Baltasar de Borba Gato

Is your surname de Borba Gato?

Research the de Borba Gato family

Baltasar de Borba Gato's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Related Projects

Baltasar de Borba Gato

Birthdate:
Birthplace: Sao Paulo, São Paulo, Brazil
Death: Died in Santana de Parnaíba, São Paulo, Brazil
Immediate Family:

Son of Belchior de Borba Gato and Ana Rodrigues de Arzão
Husband of Mariana Domingues
Father of João de Borba Gato; Francisco de Borba Gato; Antonio de Borba Gato; José de Borba Gato; Catarina de Borba Gato and 4 others
Brother of Belchior de Borba Gato, o Moço; Lucas de Borba Gato and Maria Beatriz de Borba

Managed by: Lúcia Pilla, in a trip until Ap...
Last Updated:

About Baltasar de Borba Gato

Cap 3º

Balthazar de Borba Gato


Nascido entre 1649 e 1655, por morte do pai ficou sob a tutela do tio Manoel Rodrigues de Arzão (SAESP I&T v.27 p.497). Em 01/04/1674 pede sua emancipação na Villa de São Paulo, Capitania de São Vicente, dizendo que um irmão mais moço já havia se emancipado. As testemunhas ouvidas em abril de 1674 foram, entre outras: - Capitão Cornelio Rodrigues de Arzão, 42 /43 anos, tio de Balthazar, disse que o sobrinho tinha 24 anos; - Manuel Pacheco Borba, 52 anos, primo de Balthazar, disse que ele tinha 24 anos; - Pedro Domingues, 20 anos, parente de terceiro grau de Balthazar - Capitão Manuel Rodrigues de Arzão, de 55 a 56 anos, tio e curador de Balthazar - Jorge Rodrigues Velho, 39 anos, juiz ordinário da Villa de São Paulo, cunhado de Balthazar, declarou que ele tinha de 25 para 26 anos. Em 03 de abril de 1674 é assinada a emancipação do Balthazar, atribuindo-lhe mais de 25 anos (SAESP I&T v.37). No entanto, o próprio Baltazar de Borba Gato se apresenta no inventário (neste site) de Álvaro Rodrigues do Prado como tendo 27 anos em 1682. Balthazar casou-se com Mariana Domingues, filha de Antonio Domingues e Isabel Fernandes (inventários de Antonio e Isabel neste site). Faleceu por 27 de outubro de 1698 em Santana do Parnaíba, Capitania de São Vicente, conforme inventário. Em pesquisa feita no Arquivo do Estado de São Paulo, encontramos o Inventário de Baltazar de Borba Gato no Índice dos Não Publicados. Um documento bastante estragado e com meia dúzia de paginas. Datado de 27/10/1698, feito na Villa de Santana de Parnaiba, Capitania de São Vicente, é assinado por Martinho Cordeiro, seu genro. Aparecem como herdeiros a viúva Mariana Domingues e os filhos: Francisco; João; Antonio; José; Catarina; Ana; Maria e Sebastiana. Na parte de dividas o inventário cita a fazenda de Lucas de Borba. Mariana faleceu em 01 maio 1704, também em Santana do Parnaíba. Seu inventário, corrido no Cartório 1º de Órfãos de São Paulo, está arquivado no Arquivo do Estado de São Paulo, série não publicada. Em seu testamento, feito na Villa de São Paulo em 1704, declara que foi casada com Balthazar Borba Gato defunto e que teve os filhos: Joam, Isabel, Joseph, Catherina, Anna, Maria, Sebastiana. Havia casado a filha Catherina com Martinho Cordeiro. Declara que tem terras no "bairro de Santo Amaro na fazenda de mora(?) meu cunhado Melchior de Borba Gato”. Menciona explicitamente as 4 filhas solteiras: Anna, Maria, Sebastiana, Isabel. Azevedo Marques confundiu este Balthazar com seu pai Belchior, ao biografá-lo: "natural de São Paulo, e um dos destemidos exploradores dos sertões da Capitania de São Vicente no século XVII. Suas qualidades pessoais e os recursos de que dispunha deram-lhe posição prestigiosa sobre seus patrícios, por cuja razão, quando a câmara e povo de São Paulo, desejaram levar ao trono de D. João IV seus votos de adesão e fidelidade, e suas queixas contra os jesuítas, nomearam a Baltazar de Borba Gato e a Luís da Costa Cabral, como sendo os paulistas mais dignos e aptos para essa comissão..... A essa deputação respondeu D. João IV com uma honrosa carta de agradecimento aos paulistas, datada de 24 de setembro de 1642 (Arquivo da Câmara de São Paulo, liv. de Registros de cartas régias e vereanças de 1641 e 1642 - Pedro Taques, Nobiliarquia) Como nos diz o próprio Pedro Taques, quem representou a Câmara junto ao rei em 1641 foi o Belchior de Borba Gato. (vide titulo I).


Segundo os inventários e testamento de Mariana, neste site, ela e Balthazar tiveram os filhos: 1. Francisco 2. João 3. Antonio de Borba 4. José 5. Catarina de Borba Gato, que segue no § 5º 6. Ana 7. Maria 8. Sebastiana 9. Isabel

http://www.projetocompartilhar.org/Familia/BorbaGato.htm

------------------------------------------------------------------------

Baltasar Borba Gato (São Paulo, 1655 – Santana do Parnaíba, 27 de outubro de 1698) foi um bandeirante paulista.

Filho de Belchior de Borba Gato e Ana Rodrigues de Arzão, esta por sua vez filha de Cornélio de Arzão e Elvira Rodrigues. Teve como tutor seu tio, Manoel Rodrigues de Arzão, devido à morte precoce de seu pai. Na data de 1 de abril de 1674, aos dezenove anos, pede na então Villa de São Paulo por sua emancipação, dizendo que sua idade era de vinte e cinco anos (o que não era verdade) e alegando que um irmão seu mais novo já havia se emancipado.

Casou-se com Mariana Domingues, filha de Antonio Domingues e Isabel Fernandes, com quem teve os seguintes filhos:

  1. João de Borba Gato, nascido aproximadamente em 1674;
  2. Francisco de Borba Gato, nascido aproximadamente em 1676;
  3. Antonio de Borba Gato, nascido aproximadamente em 1678;
  4. José de Borba Gato, nascido aproximadamente em 1680;
  5. Catarina de Borba Gato, nascida entre 1680 e 1684;
  6. Ana de Borba Gato, nascida aproximadamente em 1690;
  7. Maria de Borba Gato, nascida aproximadamente em 1694;
  8. Sebastiana de Borba Gato, nascida aproximadamente em 1698;
  9. Isabel de Borba Gato, nascida aproximadamente em 1699

Foi confundido pelo pesquisador Azevedo Marques com seu pai, Belchior Borba Gato, como sendo a pessoa que levou ao rei Dom João IV de Portugal a petição dos paulistas contra os jesuítas no ano de 1641 durante a Botada dos padres fora. Tal erro se repetiu comumente desde então, embora seja desmentido por Pedro Taques.

Sua esposa, Mariana Domingues, faleceu em 1 de maio de 1704, também em Santana do Parnaíba.

(http://pt.wikipedia.org/wiki/Baltasar_Borba_Gato)

view all 12

Baltasar de Borba Gato's Timeline

1655
1655
Sao Paulo, São Paulo, Brazil
1674
1674
Age 19
1676
1676
Age 21
1678
1678
Age 23
1680
1680
Age 25
1682
1682
Age 27
1690
1690
Age 35
São Paulo, São Paulo, Brazil
1694
1694
Age 39
1698
October 27, 1698
Age 43
Santana de Parnaíba, São Paulo, Brazil
1698
Age 43