Diogo Lopes de Sequeira, governador da Índia

Is your surname Lopes de Sequeira?

Research the Lopes de Sequeira family

Diogo Lopes de Sequeira, governador da Índia's Geni Profile

Records for Diogo Lopes de Sequeira

369 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Diogo Lopes de Sequeira, governador da Índia

Birthdate:
Birthplace: Alandroal Municipality, Évora, Portugal
Death: Died in Alandroal Municipality, Évora, Portugal
Immediate Family:

Son of Lopo Vaz de Sequeira, alcaide-mór do Alandroal and Cecília de Menezes
Husband of Maria de Vilhena and Maria Freire de Andrade
Father of Diogo Lopes de Sequeira, alcaide-mór de Alandroal; Isabel de Sequeira; Branca de Vilhena; Lopo Vaz de Sequeira and Antonio Lopes de Sequeira
Brother of Maria de Menezes; João Lopes de Sequeira and Antonia de Sequeira

Managed by: Private User
Last Updated:

About Diogo Lopes de Sequeira, governador da Índia

Diogo Lopes de Sequeira (Alandroal, 1466 — Alandroal, 1530), foi um fidalgo Português que aportou pela primeira vez em Malaca em 1509, antes da conquista em 1511 por Afonso de Albuquerque. Foi governador da Índia de 1518 a 1522.

Ao serviço de D. Manuel I, foi enviado para fazer o reconhecimento da costa de Madagáscar (então nomeada Ilha de São Lourenço) e respectivas potencialidades comerciais, aportando depois na Índia. Durante esta viagem, que se prolongou por vários anos, chegou a Samatra e Pacém, onde ergueu padrões com as armas portuguesas. Em outras viagens passou por Ceuta, Arzila, Alcácer Ceguer, Diu e Goa, reparando fortalezas em diversas paragens.

Em 1509, pouco antes de Afonso de Albuquerque assumir o cargo de governador da Índia, Lopes de Sequeira comandou a primeira frota portuguesa a chegar a Malaca. Obtendo a autorização do sultão local, aportou com cinco navios para comerciar levando credenciais e presentes. Inicialmente foi bem recebido, desembarcou homens e mercadorias, no entanto não consegiu um acordo para estabelecer uma feitoria, pois os gujarates, os mercadores muçulmanos locais, opuseram-se com o apoio do bendahara. Visto como uma intrusão no comércio entre o estreito de Malaca e as ilhas indonésias, foi planeada uma tentativa de destruir a expedição. Diogo Lopes de Sequeira abandonou rapidamente a costa com três dos navios, deixando para trás dois navios incendiados, várias baixas e dezanove prisioneiros. Afonso de Albuquerque, instado a libertar os portugueses, conquistaria Malaca em 1511. Diogo Lopes de Sequeira foi nomeado governador da Índia de 1518 a 1522, cargo que terá desempenhado de forma contestável, enriquecendo abusivamente. Em 1524, já sob D.João III, participou da Conferência de Elvas e Badajoz onde Portugal disputaria as Molucas com Castela, nos acordos de demarcação a Este do da linha do Tratado de Tordesilhas, onde, mercê da relação difícil com o rei, terá assumido uma posição favorável aos últimos.

(http://pt.wikipedia.org/wiki/Diogo_Lopes_de_Sequeira)

DIOGO LOPES DE SEQUEIRA fº. de Lopo Vaz de Sequeira N 3 foi Alcaide Mor do Alandroal e Almotace Mor do Rei D. João III e Capitão de Alcácer e Governador da Índia. Casou duas vezes, a 1ª com D. Maria Freire filha de Nuno Fernandes Freire de Beja e sua 2ª mulher D. Isabel de Almada ttº. de Freires de Andrade

5 António Lopes de Sequeira

Casou 2ª vez com D. Maria de Vilhena filha de Rui Barreto Alcaide Mor do Torrão, e D. Branca de Vilhena

5 Lopo Vaz de Sequeira s.g.

5 Diogo Lopes de Sequeira Alcaide Mor do Alandroal Coronel do Terso de Lisboa na jornada de África, e Geral das Galés em tempo de Felipe 2º, casado 1ª vez com D. Isabel filha H. de Francisco Cernige cidadão de Lisboa, e teve

6 D. Brites de Vilhena casada a furto com Diogo Pareja Castelhano Capitão da Torre de Belém

6 B.B.

5 D. Branca de Vilhena casada com Luís Fernandes de Vasconcelos fº. do Arcebispo de Lisboa D. Fernando de Meneses c.g.

5 D. Isabel de Sequeira mulher de Vasco Martins de Melo o Cascavel fº. de Vasco Martins de Melo e D. Isabel de Azevedo c.g.

5 B.B.

(Gayo, tit. Sequeiras § 12 N 4).
view all

Diogo Lopes de Sequeira, governador da Índia's Timeline