Fernão Martins Mascarenhas, 1º senhor de Lavre e Estepa

Is your surname Martins Mascarenhas?

Research the Martins Mascarenhas family

Fernão Martins Mascarenhas, 1º senhor de Lavre e Estepa's Geni Profile

Records for Fernão Martins Mascarenhas

947 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Related Projects

About Fernão Martins Mascarenhas, 1º senhor de Lavre e Estepa

Senhor de Lavre e Estepa. Comendador de Mértola na Ordem de Santiago.Comendador de Almodovar (Ordem de Santiago), Alcaide-mor de Montemor-o-Novo e Alcácer do Sal, Capitão de Ginetes de D. João II.

1304 - concessão de foral por D. Dinis à povoação, denominada Lavar; 1305, 11 Fevereiro - doação de mais privilégios à população; 1429 - instala-se na povoação o alemão Lamberto d'Horques, com a sua família, com a condição de trazer mais gente para a povoar; séc. 15 - João Lamberto, filho do anterior, renuncia ao cargo de alcaide, regressando a povoação à Coroa;

Inicia-se em 1483 a ligação histórica entre a família Mascarenhas, futuros condes de Santa Cruz e marqueses de Gouveia, e a vila de Lavre. Nesse ano, fazendo jus à influência que detinha junto do rei D. João II, Fernão Martins de Mascarenhas acrescentou aos cargos de capitão de ginetes, alcaide-mor de Montemor e Alcácer do Sal e comendador de Mértola, o senhorio de Lavre. Os condes de Santa Cruz mantiveram a donataria de Lavre até 1759, ano em que, por alegado envolvimento no atentado contra a pessoa do rei, D. José de Mascarenhas (8º duque de Aveiro, 5º marquês de Gouveia, 8º conde de Santa Cruz e 14º alcaide-mor de Montemor-o-Novo) é levado a julgamento, juntamente com os Távoras, no patíbulo de Belém. A partir daquela data a donataria de Lavre regressaria à Coroa.

Doação da mesma por D. Duarte, a Fernão Martins de Mascarenhas, 1.º senhor do Lavre e Estepa; 1520, 13 Janeiro - D. Manuel I concede-lhe foral novo; 1593, 03 Iutubro - doação da povoação aos Condes de Santa Cruz, descendentes de Fernão Martins de Mascarenhas; 1758, 22 Abril - nas Memórias Paroquiais, assinadas pelo pároco Matias Leitão, é referido que a povoação, com 350 vizinhos, é de D. João de Mascarenhas; tem juiz ordinário e câmara, cujos oficiais são confirmados pelo ouvidor do donatário da vila; todos estão obrigados ao Corregedor da Comarca.

http://www.monumentos.pt/Site/APP_PagesUser/SIPA.aspx?id=30116

http://www.wikiwand.com/pt/Lavre#/Hist.C3.B3ria

ver em inglês: https://books.google.pt/books?id=nuzVBAAAQBAJ&lpg=PA68&ots=cNd6s7frKQ&dq=Fern%C3%A3o%20Martins%20Mascarenhas%2C%201%C2%BA%20senhor%20de%20Lavre%20e%20Estepa%20%2B%20hist%C3%B3ria&pg=PA64#v=onepage&q=Fern%C3%A3o%20Martins%20Mascarenhas,%201%C2%BA%20senhor%20de%20Lavre%20e%20Estepa%20+%20hist%C3%B3ria&f=false