Fernando Collor, 32º Presidente do Brasil

Is your surname Collor de Mello?

Research the Collor de Mello family

Fernando Collor, 32º Presidente do Brasil's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Fernando Affonso Collor de Mello, 32º Presidente do Brasil

Birthdate: (66)
Birthplace: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Immediate Family:

Son of Arnon Affonso de Farias Mello and Leda Collor de Mello
Husband of <private> Collor de Mello
Ex-husband of <private> Monteiro de Carvalho and Rosane Brandão Malta
Partner of <private> Braz da Silva
Father of <private> Braz Collor de Mello; Private User; <private> Monteiro de Carvalho Collor de Mello and Minor Child
Brother of <private> Collor de Mello; <private> Collor de Mello; <private> Collor de Mello and Pedro Collor de Mello

Managed by: Lúcia Pilla
Last Updated:
view all 16

Immediate Family

    • <private> Braz da Silva
      partner
    • <private> Braz Collor de Mello
      child
    • <private> Monteiro de Carvalho
      ex-spouse
    • Private User
      child
    • <private> Monteiro de Carvalho Collor de Mello
      child
    • <private> Collor de Mello
      spouse
    • Minor Child
      child
    • <private> Collor de Mello
      sibling
    • <private> Collor de Mello
      sibling

About Fernando Collor, 32º Presidente do Brasil

Fernando Affonso Collor de Mello (Rio de Janeiro, 12 de agosto de 1949) é um político, jornalista, economista e empresário brasileiro, tendo sido prefeito de Maceió de 1979 a 1982, governador de Alagoas de 1987 a 1989, deputado federal de 1982 a 1986, 32º presidente do Brasil, de 1990 a 1992, e senador por Alagoas de 2007 até a atualidade. Foi o presidente mais jovem da história do Brasil, ao assumir o cargo, na época com 40 anos de idade, e também o primeiro presidente eleito por voto direto do povo, após o Regime Militar (1964/1985). Sucedeu o presidente José Sarney, nas eleições de 1989. Antes destas eleições, a última vez que o povo brasileiro elegeu um presidente pelo voto direto, foi em 1961, com a eleição na época do candidato Jânio Quadros, como presidente eleito.

Denúncias de corrupção política envolvendo o tesoureiro de Collor, Paulo César Farias, feitas por Pedro Collor de Mello, irmão de Fernando Collor, culminaram com um processo de impugnação de mandato (Impeachment). O processo, antes de aprovado, fez com que o Presidente renunciasse ao cargo em 29 de setembro de 1992, deixando-o para seu vice Itamar Franco. Collor ficou inelegível durante 8 anos.

(http://pt.wikipedia.org/wiki/Fernando_Collor)