Francisco Coelho da Silva, Sargento-mor

Is your surname Coelho da Silva?

Research the Coelho da Silva family

Francisco Coelho da Silva, Sargento-mor's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Francisco Coelho da Silva, Sargento-mor

Birthdate:
Birthplace: Lisboa, Freguesia de Santa Justa, Portugal
Death: (Date and location unknown)
Immediate Family:

Husband of Teodósia da Silva Siqueira Rondon Coelho da Silva; Teodósia da Silva Siqueira and Anna da Costa de Abreu
Father of Joana Coelho de Albuquerque and Capitão Francisco Coelho de Albuquerque

Managed by: José de Assis Tavares Júnior
Last Updated:

About Francisco Coelho da Silva, Sargento-mor

"O Sargento-Mor Francisco Coelho da Silva nasceu na cidade de Lisboa, na freguesia de Santa Justa, filho ilegítimo de pais distintos que, por não padecerem desonra, logo que nasceu, o enjeitaram na roda de enjeitados, e daí, foi dado a criar; estando se criado foi reduzido ao poder materno por meios ornados de molde a não conhecer a maternidade; que depois de adulto veio ao Rio de Janeiro recomendado à proteção e amparo do comandante de mar e guerra Luiz Celso e por enfermar no Rio de Janeiro não voltou com o mesmo Cap. de Mar e Guerra, e aí, tomou estado conjugal com a mãe do justificante (Capitão Francisco Coelho de Albuquerque, seu filho - nota do transcritor), pessoa mui distinta (a mãe do justificante D. Ana Costa de Abreu, natural da Freguesia de São João do Recôncavo do Rio de Janeiro- nota do transcritor), limpa de toda mácula de infecta Nação, que falecendo voltou para estas Minas e, na Freguesia de Casa Branca, confinante com a de São Bartolomeu, tomou estado conjugal com a referida D. Antônia Siqueira Rondon (D. Teodósia da Silva Siqueira Rondon??, mãe de outra suplicante que consta do processo de justificação chamada D. Joana da Silva - nota do transcritor), pessoa de sangue puro,estado e nobreza; Que se ausentando da mesma Freguesia de Casa Branca, foi habitar na sua fazenda da Freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Prados; e em toda parte de suas habitações e fornecimentos que dele havia, sempre o reputaram por homem branco distinto, com ações de honra e brilho, sem mácula na pureza do sangue nem raça de Mouro, preto ou mulato, judeu, nem que cometesse crime algum contra a Santa Fé Católica, nem contra a majestade Divina e Humana, foi sempre temente a Deus, admirador e observante da Lei Divina e dos Dogmas Católicos, ne jamais foi penitenciado pelo Santo Ofício (...)"