José Ferraz de Campos, barão de Cascalho

Is your surname Ferraz de Campos?

Research the Ferraz de Campos family

José Ferraz de Campos, barão de Cascalho's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Related Projects

About José Ferraz de Campos, barão de Cascalho

José Ferraz de Campos, primeiro e único barão de Cascalho, (Itu, 1782 — Limeira, 15 de setembro de 1869). foi um proprietário rural e nobre brasileiro foi uma importante personalidade na colonização da área hoje delimitada pela microrregião de Limeira. Era filho do sargento-mor Antônio Ferraz de Campos e de Maria da Cunha de Almeida, casados em Itu, em 1772. Casou-se com Umbelina de Camargo na vila de São Carlos (atual Campinas). Tiveram onze filhos, dentre eles José Bonifácio de Campos Ferraz, o barão de Monte-mor, e Cândido José de Campos Ferraz, barão de Porto Feliz. Foi agraciado com o título de barão por decreto de 14 de agosto de 1867.

FONTE: WP

JOSÉ FERRAZ DE CAMPOS - BARÃO DE CASCALHO -

Nasceu em Itu, 6º filho do sargento-mór Antônio Ferraz de Campos e de sua mulher Maria da Cunha Almeida. Casou-se em Campinas no ano de 1806 com Umbelina de Camargo, filha de Antônio Pompêo de Camargo e Anna Arruda de Campos. Teve onze filhos: José Bonifácio de Campos Ferraz (Barão de Monte-Mór), Cândido José de Campos Ferraz (Barão de Porto Feliz), Antônio Ferraz de Campos (casado com sua prima Joaquina, filha do capitão Manoel Ferraz de Campos), Maria Cândida (casada com seu primo Antônio Ferraz de Campos, também filho do capitão Manoel), Teodolinda, Leocádia, Francisco, Anna, Brandina, Umbelina e Maria Luiza.

Foi soldado miliciano na época da Independência. A sesmaria dos Ferraz de Campos, concedida antes de 1820 ao seu irmão capitão Manoel Ferraz de Campos, estava localizada entre a sesmaria de Manoel de Barros Ferraz e as terras de Nicolau Vergueiro, confinando de um lado no espigão do Morro Azul, com o Capitão João José da Silva.

O primeiro a aparecer na história de Limeira foi o capitão Manoel Ferraz de Campos, casado com Anna Bueno de Camargo e em segunda núpcias (1814) com Francisca de Assis Leite Negreiro. Residia em Piracicaba e cuidava das suas propriedades em Limeira. Existe uma carta por ele assinada em 1823, referente à abertura da estrada do Morro Azul a Campinas. Mudou-se definitivamente para Limeira em 1824, pois consta no censo desse ano, no bairro da Boa Vista, com a nota: "Está se mudando para esta". Em julho de 1825 ainda é citado numa carta de Nicolau Vergueiro. O capitão Manoel faleceu entre 1826 e 1829. A sua viúva casou-se com Antônio José da Silva (Gordo), o nosso primeiro juiz de paz, do qual teve um filho em 1831.

José Ferraz de Campos, futuro Barão de Cascalho, depois da morte de seu irmão Manoel, passou a cuidar das propriedades de Limeira, os Engenhos de Cascalho e do Cordeiro. Somente anos depois é que se estabeleceu em suas terras, pois não encontramos o seu nome, nem nos assentamentos de batizados, casamentos e óbitos (1831 a 1834), nem na lista dos Guardas Nacionais (1833). O que temos certeza é que por volta de 1850 construiu uma magnifica residência na esquina da Rua das Flores (Senador Vergueiro) com a Rua do Comércio (Dr. Trajano), doado depois à sua filha Maria Cândida, prédio esse demolido na década de 1930 para das lugar ao Prédio Busch. Foi também residência de Luciano Esteves. Anos mais tarde edificou o sobrado da esquina da Rua Santa Cruz com a Rua do Comércio, onde deu grandes recepções. Essa casa, que ainda existe, pertenceu posteriormente ao coronel Flamínio Ferreira de Camargo, onde em 1901 se instalou o primeiro Grupo Escolar. Também foi moradia do Dr. Velloso.

José Ferraz de Campos foi um dos que mais contribuiu para a construção da Igreja da Boa Morte, a partir de 1858, tendo custeado as paredes do corpo da igreja até o cobertura.

Quando em 1863 foi feita uma Subscrição Nacional em virtude da Questão Inglesa (Christie), o Comendador José Ferraz de Campos contribuiu generosamente. Nesse evento os cidadãos de Limeira subscreveram 41:000$000. Para a Guerra do Paraguai os limeirenses contribuíram com 37:000$000. dos quais 10:000$000 foram doados por José Ferraz de Campos e 2:000$000 por seu filho Cândido José.

No dia 14 de agosto de 1867, véspera da inauguração da Igreja da Boa Morte, foi agraciado com o título de Barão de Cascalho.

Faleceu a 24 de setembro de 1869, na sua residência de Limeira. O Barão de Cascalho deixou imensa fortuna, distribuindo entre os seus herdeiros as extensas terras do Cascalho e do Cordeiro, com seus cafezais, canaviais, muito gado e mais de 100 escravos. Foi sepultado no Cemitério da Boa Morte. Seu túmulo, um belo mausoléu de mármore italiano, foi trasladado na década de 1890 para o atual Cemitério Municipal.

view all 13

José Ferraz de Campos, barão de Cascalho's Timeline

1782
1782
Itu, São Paulo, Brazil
1815
March 6, 1815
Age 33
Campinas, São Paulo, Brazil
1821
February 1, 1821
Age 39
Campinas, São Paulo, Brazil
1830
October 25, 1830
Age 48
Campinas, São Paulo, Brazil
1869
September 15, 1869
Age 87
Limeira, São Paulo, Brazil
????
????
????
????
????