Manuel Gomes Vilas Boas (1710 - c.1771)

public profile

18

Matches

0 0 18
Adds middle name and spouse(s).

View Manuel Gomes Vilas Boas's complete profile:

  • See if you are related to Manuel Gomes Vilas Boas
  • Request to view Manuel Gomes Vilas Boas' family tree

Share

Birthdate:
Birthplace: Santa Maria Maior, Barcelos, Braga, Portugal
Death: Died in São João del Rei, Minas Gerais, Brazil
Managed by: Plinio de Queiroz
Last Updated:

About Manuel Gomes Vilas Boas

INVENTÁRIO e TESTAMENTO do Capitão MANOEL GOMES VILLAS BÔAS

Arquivado no Museu Regional de São João del-Rei na caixa 513

Número de folhas originais : 130

Inventariante : INÁCIA QUITÉRIA DE ALMEIDA

Inventário Redigido : São João del-Rei em 14 de setembro de 1761

Testamento Redigido : Conceição da Barra (atual Cassiterita - MG) em 18 de fevereiro de 1760

Abertura :

Transcrito por : Flávio Marcos dos Passos a pedido de Luis Antônio Villas Bôas.

Data da Transcrição : SET/2002. Objetivo: Dados Genealógicos.

OBS: O inventário está em péssimo estado de conservação, todo rendilhado e atacado por fungos e insetos.

Estado Conjugal : Casado com INÁCIA QUITÉRIA DE ALMEIDA

FL. 04 - FILHOS:

ANA de idade de dezesseis anos. MANOEL de idade de treze anos. CAETANO de idade de onze anos. MARIA de idade de nove anos. BÁRBARA de idade de cinco anos. CATARINA de idade de set anos. JOSÉ de idade de quatro anos. INÁCIA de idade de oito meses. Declarou ele dito procurador bastante da Inventariante que ao seu casal é devedor o Capitão LUIZ DIAS RAPOSO por uma escritura pública feita nesta mesma Vila pelo tabelião JOÃO PEDRO PEREIRA ais seis dias do mês de junho ....... fizeram com o testador MANOEL GOMES VILLAS BÔAS e a Inventariante Dona INÁCIA QUITÉRIA DE ALMEIDA da metade da fazenda que possuía o dito casal do Engenho chamado da Ponte da Conceição da Barra e de todos os mais bens mencionados na dita escritura a qual sociedade havia feito ao dia dezessete do mês de julho do ano proximo passado de mil e setecentos e setenta anos pela quantia de cinco mil cruzados fiados a pagamento na forma seguinte dando-lhe o dito RAPOSO um conto de réis na dívida que por escritura pública lhe deve CAETANO JOSÉ DE ALMEIDA e JOSÉ CAETANO DE ALMEIDA, assistentes na Campanha do Rio Verde procedido de dote que a ele comprados fizeram para casamento e o resto a pagamentos iguais de cem mil réis ....(há no inventário outra escritura de venda da metade da fazenda Aras da Chácara e todos os demais bens que constam da mesma, sendo a inventariante a compradora). FL. 05V DIVIDAS ATIVAS.


01) BERNARDO LUIZ BARBOSA por crédito 31$613 02) Dona QUITÉRIA INÁCIA DA GAMA por crédito 38$400 03) FRANCISCO NERRE BRAVO 12$000


FL. 06 DIVIDAS PASSIVAS.


01) A Nossa Senhora da Conceição 104$175 02) MANOEL FERREIRA PEREIRA 717$937 03) MANOEL DO ESPÍRITO SANTO 75$080 04) MANOEL LOPES DE OLIVEIRA 80$000 05) SEBASTIÃO FERREIRA LEITÃO 60$000 06) REVERENDO JOÃO CARNEIRO DE BARROS 31$200 07) DOMINGOS ALVES CANGICA 24$000 08) JOSÉ DA SILVEIRA SOUZA 19$200 09) REVERENDO MANOEL FERREIRA GODINHO 9$000 10) FRANCISCO MARTINS DA SILVA 41$625 11) ANTÔNIO DE PAIVA 9$450 12) JOÃO GONÇALVES ALFAMA 6$375 13) MANOEL DO ESPÍRITO SANTO 65$025 14) JOÃO VAZ DA SILVA 67$800 15) DIOGO MARTINS DA SILVA 59$025 16) ANTÔNIO JORGE 33$750 17) Aos herdeiros de JOSÉ FRANCISCO 100$000 18) PEDRO DOMINGOS DE TAL (ilegível) 19) JOÃO JERÔNIMO VILLAS BÔAS 30$000 20) DOMINGOS TOMÉ DA COSTA 20$400 21) JOÃO RODRIGUES BORGES 106$000 22) ANTÔNIO JOSÉ DA SILVA LAPA 48$000 23) CAETANO DA SILVA 24$000 24) MANOEL PEREIRA DE SOUZA (ilegível) 25) SILVESTRE DA FONSECA RANGEL (ilegível) 26) A Test. do Licenciado ANTÔNIO DE FIGUEIREDO SILVA 180$000 27) FRANCISCO DA COSTA DE MIRANDA 24$000 28) ANTÔNIO JORGE DA SILVA 6$525 29) A Irmandade do santíssimo Sacramento desta Vila 28$200 30) JOÃO GONÇALVES DE AGUIAR 6$375 31) Reverendo Doutor MATIAS SALGADO Vig. desta Paróquia 17$775


FL. 09 TESTAMENTO.

Jesus, Maria e José, Amém (.......) (FL. 09V) mil setecentos e sessenta aos dezoito de fevereiro, estando em minha casa, com saúde e em meu perfeito juízo temendo-me da morte e receando a hora em que hei de morrer resolvo a fazer este meu testamento na forma seguinte: Primeiramente encomendo a minha alma a Deus que a criou, creio em toda a Santíssima Trindade e nos mais mistérios da fé em que sempre vivi e protesto morrer, peço e rogo a Virgem Maria Senhora Nossa a minha advogada para interceder por mim a seu bendito filho para perdão da minha culpa e a mesma Senhora me encomendo, aos anjos da minha guarda, Santo do meu nome, São Joaquim e São José. São Miguel e São Gabriel, Santo Antônio e São Pedro, São Paulo, a Senhora da Conceição, a Senhora da Boa hora, a Senhora da Boa Morte e Senhora Santa Ana e mais Anjos, Santos e Santas do céu. O meu nome é MANOEL GOMES VILLAS BÔAS natural de Santa Maria Maior da Vila de Barcelos, Arcebispado de Braga, filho legítimo de ANTÔNIO DE VILLAS BÔAS e de DOMINGAS GOMES, fui casado com Dona INÁCIA QUITÉRIA DE ALMEIDA e que tenho oito filhos que são meus herdeiros forçados. Peço e rogo a minha mulher queira ser minha testementeira da terça e em segundo lugar ao Capitão LUIS DIAS RAPOSO, MANOEL FERREIRA PEREIRA, CAETANO DA SILVA. Declaro que devo a MANOEL FERREIRA PEREIRA setecentos e setenta mil e novecentos e trinta e sete réis como melhor mostrará do crédito que (FL. 10) .... (relação das pessoas a quem ele testador era devedor e já apresentada acima) (FL. 11) ...... mais cinquenta mil réis a Santa Ilaya padroeira da Igreja aonde ele nasceu por esmola para aquela (ilegível) que mais preciso for na sua Igreja mais a Nossa Senhora da Compracita na mesma freguesia cinquenta mil réis que servirão para sua capela se dizer missa cantada, sermão por sua alma e com oito sacerdotes que todos dirão missa por sua alma com o que ficar se comprará um manto para Nossa Senhora e o resto para uma coroa de prata para a mesma Senhora esta foram suas disposições. Assim rogo a meus testamenteiros caso não tenha cumprido é cumprir logo o permitam na forma acima os cento e oitenta mil réis para os distribuirem na forma disposta. Declaro que devo mais e sobejos desta Testamentária para mandar dizerem sufrágios pela sua alma cento e vinte e sete mil, cento e dez réis. Mais sete oitavas que está devendo o Licenciado ANTÔNIO DE CARVALHO BARROS. Mais quatro oitavas que deve o Padre ANTÔNIO ALVES com testamenteiro de MANOEL COELHO BASTOS que este os devia e já a conta acima tenho dito ao Padre MANOEL FERREIRA GODINHO fosse dizendo missas e vai continuando e já me disse tinha dito perto de cem, ele tenho dado ordem vá continuando. Devo a Nossa Senhora (FL. 11V) (...) mais devo a mesma Senhora sete oitavas de ouro. Declaro que me deve minha comadre Dona QUITÉRIA o que constar do meu assento do livro. Ainda entra também o que é da Irmã de ANTÔNIO BARBOSA. Mais me deve meus CUNHADOS JOSÉ CAETANO E CAETANO JOSÉ o que constar em meus assentos, como também todos os mais que me devem se governarão pelo assento do meu livro que tudo está com clareza e dos mais que pagando hei de ir assentar para clareza. E que a todo tempo se venha no conhecimento da verdade. Declaro que possuo esta fazenda onde por hora so morador chamada O Engenho da Ponte de cana e farinha, com cobres, gados e cavalos, ferramentas e mais pertences e também que se acharem com dezesseis escravos e mais criações. Declaro que quero me mandem dizer cem missas pela minha alma a saber vinte a Nossa Senhora da Conceição aplicadas pela minha alma, vinte a Senhora Santa Ana aplicadas pela mesma inteção, vinte a Senhora do Rosário, vinte a São Miguel e vinte ao patriarca São Francisco com que fazem as cem missas todas aplicadas pea minha alma. Declaro dirão missas de corpo presente os sacerdotes que acharem sendo a'te meia dúzia. Declaro quero ser enterrado com o hábito do meu patriarca São Francisco e me falecer perto ou em parte que possa ser enterrado em sua Capela ou Igreja que for mais vizinha. Declaro que dei as Almas vinte velas que lhe prometi e até agora não tenho cumprido e lhas comprar. E por (FL. 12) (....) E também lhe peço pelo mesmo Senhor e sendo eu o não possa fazer ou o tenha feito por minha negligencia ou por mais não puder e mandar para o Reino os legados acima que logo o façam. E por ser esta a minha última vontade quero que valha este meu testamento tudo na melhor forma de direito e hei por expressadas todas as cláusulas necessárias e peço as justiças de sua Magestade façam cumprir e por assim ser verdade fiz este de minha letra e sinal. Em casa, Conceição da Barra era ut supra. MANOEL GOMES VILLAS BÔAS.

Consta ainda o nome completo de 2 de seus filhos : MANOEL INÁCIO DE ALMEIDA e ANA JOAQUINA DE ALMEIDA.

Fonte: http://www.genealogia.villasboas.nom.br/Inv-Test/ManoelGomesVillasBoas.html

view all

Manuel Gomes Vilas Boas's Timeline

1710
March 5, 1710
Santa Maria Maior, Barcelos, Braga, Portugal
1745
1745
Age 34
Ouro Preto, Minas Gerais, Brazil
1771
1771
Age 60
São João del Rei, Minas Gerais, Brazil
????
????