Otávio Müller

public profile

Is your surname Müller de Sá?

Research the Müller de Sá family

Otávio Müller's Geni Profile

Records for Otávio Müller de Sá

13 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Otávio Müller de Sá

Birthdate: (49)
Birthplace: Rio de Janeiro, Brazil
Immediate Family:

Husband of <private> Junqueira Schmidt
Ex-husband of Preta Gil
Father of <private> Gil Moreira Müller de Sá; Minor Child and Minor Child

Managed by: Lúcia Pilla
Last Updated:
view all

Immediate Family

    • ex-wife
    • <private> Gil Moreira Müller de Sá
      child
    • <private> Junqueira Schmidt
      spouse
    • Minor Child
      child
    • Minor Child
      child
    • <private> Duncan Arantes
      stepchild
    • <private> Schmidt Arantes
      stepchild

About Otávio Müller

Otávio Müller nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 6 de agosto de 1965. Iniciou a carreira artística na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL). Em 1986, como formatura de sua turma, participa da montagem de "Idéias e Repetições", com textos de Jorge Luis Borges, Júlio Cortázar e Lygia Bojunga, com direção de Bia Lessa, que permanece um ano em cartaz.

Com Bia Lessa forma uma companhia e participa dos espetáculos "Orlando", de Virgínia Woolf, em 1989, "Viagem ao Centro da Terra", de Julio Verne, em 1993, e "O Homem sem Qualidades", de Robert Musil, em 1994. Em 1989, substitui Orã Figueredo na montagem do Grupo Tapa para o espetáculo "A Geração Trianon", de Anamaria Nunes, com direção de Eduardo Wotzik.

No teatro, desenvolve vários projetos, como "Oeste", de Sam Shepard, dirigido por Marco Ricca, em 1996; "Jantar entre Amigos", de Donald Margulies, direção de Felipe Hirsch, em 2001; "Camila Baker, a Saga Continua", de Emílio Boechat, com direção de Fernando Guerreiro, em 2006; e em 2007, reestreia, ao lado de Marcelo Serrado, o espetáculo "No Retrovisor", com texto de Marcelo Rubens Paiva e direção de Mauro Mendonça Filho, que estreou no final de 2002.

Como diretor iniciou ao dividir com Caio Blat a direção de "Macário", de Álvares de Azevedo, em 2001. Em seguida, dirige Débora Bloch no monólogo "Brincando em cima daquilo", de Dario Fo e Franca Rame, em 2006; e Débora Duarte em "Adorável Desgraçada", de Leilah Assumpção, em 2009.

Na televisão, estreia na novela "Vale tudo", de Gilberto Braga. Em seguida, participa dos elencos de "O Dono do Mundo", "A Força de um Desejo", "Os Maias", "Celebridade", "JK", "Paraíso Tropical" e "Tempos Modernos", entre outras.

(http://www.spescoladeteatro.org.br/enciclopedia/index.php/Ot%C3%A1vio_M%C3%BCller)