Is your surname de Figueiredo e Mello?

Research the de Figueiredo e Mello family

Pedro Américo's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Pedro Américo de Figueiredo e Mello

Also Known As: "Pedro Américo"
Birthdate:
Birthplace: Areia, Pernambuco, Brasil
Death: Died in Florence, Florence, Tuscany, Italy
Cause of death: Vítima de beribéri
Place of Burial: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Immediate Family:

Son of Daniel Eduardo de Figueiredo and Feliciana Cirne
Husband of Carlota de Araujo Porto-Alegre
Father of Carlota de Figueiredo Cardoso de Oliveira and Eduardo Porto-Alegre de Figueiredo
Brother of Aurélio de Figueiredo; Daniel Eduardo de Figueiredo; João Antonio de Figueiredo e Melo; Rosa Amélia de Figueiredo e Melo and Paula Leopoldina de Figueiredo e Melo

Occupation: Pintor Clássico
Managed by: Celso Augusto Martins Meira
Last Updated:

About Pedro Américo

Biografia

Filho de Daniel Eduardo de Figueiredo e Feliciana Cirne, Pedro Américo era irmão do também pintor Francisco Aurélio de Figueiredo e Melo. Nasceu em uma família ligada às artes na cidade de Areia no estado da Paraíba, ainda que de escassos recursos, e desde cedo encontrou em sua casa o estímulo necessário ao desenvolvimento de seu talento precoce, incluindo na música, ensinada pelo seu pai Daniel, que era violinista, e que o introduziu também no desenho apresentando-lhe livros sobre artistas célebres. Logo a fama do pequeno prodígio se espalhou pela cidade, e quando ali chegou em 1852 uma expedição científica liderada pelo naturalista Louis Jacques Brunet, este foi visitá-lo e pôde apreciar uma série de cópias de obras clássicas realizadas pelo menino, o que foi causa de pasmo no viajante. Querendo testá-lo para comprovar a habilidade que se apregoava, arranjou uns objetos e fez Pedro Américo desenhá-los em sua presença, e ele os reproduziu com grande semelhança. Impressionado, Brunet decidiu levá-lo consigo como desenhista em sua expedição. Entusiasmado, o jovem artista acompanhou o sábio francês por uma viagem de vinte meses cruzando boa parte do Nordeste brasileiro.Em 1854, com 11 anos, foi mandado para o Rio de Janeiro, para estudar no Colégio Pedro II, destacando-se entre os colegas por sua aplicação e inteligência. Ingressando na Academia Imperial de Belas Artes, seu progresso foi igualmente brilhante, conquistando 15 medalhas e prêmios, e mesmo antes de terminar o curso obteve uma pensão do Imperador Dom Pedro II para ir aperfeiçoar-se na Europa. Lá demorou-se de 1859 a 1864, cursando a École des Beaux-Arts de Paris, o Instituto de Física de Ganot e a Sorbonne, sendo discípulo de Ingres, um dos maiores nomes do neoclassicismo francês, e também de Coignet, Hippolyte Flandrin e Horace Vernet. Durante sua estadia européia visitou outras capitais a fim de ampliar seus horizontes culturais.

Primeiros sucessos

Regressando ao Brasil, venceu um concurso para professor da cátedra de Desenho da Academia com a obra Sócrates afastando Alcebíades dos braços do vício, que lhe rendeu elogios mesmo dos outros competidores. Desta fase são também Petrus ad Vincula, na Igreja de São Pedro no Rio, e A carioca. Logo em seguida retornou à Europa para mais uma temporada de estudo, produzindo um São Marcos, a Visão de São Paulo e a Cabeça de São Jerônimo, além de outros quadros, e defendendo tese na Faculdade de Ciências da Universidade Livre do Partido Liberal em Bruxelas para obter o grau de Doutor em Ciências Naturais, sendo aprovado com mérito e indicado professor adjunto. A prova foi noticiada em diversos jornais brasileiros e belgas em termos sumamente laudatórios, assumindo um caráter de acontecimento científico.

Voltando para seu país, passou antes por Portugal, onde em fins de 1869 casou com Carlota de Araújo Porto-Alegre (1844 - 1918), filha de Manuel de Araújo Porto-Alegre, então cônsul brasileiro em Lisboa, e com ela teve mais tarde três filhos. Chegou ao Rio no início do ano seguinte e passou a dedicar-se ao magistério na Academia e à pintura, iniciando um período fértil em grandes realizações, com as telas Batalha do Campo Grande, Ataque da Ilha do Carvalho, o Passo da Pátria e diversos retratos, incluindo dos imperadores Pedro I e Pedro II e do Duque de Caxias.

view all

Pedro Américo's Timeline

1843
April 29, 1843
Areia, Pernambuco, Brasil
1869
1869
Age 25
Lisbon, Lisboa, Portugal
1871
1871
Age 27
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
1905
October 7, 1905
Age 62
Florence, Florence, Tuscany, Italy
1906
January 1906
Age 62
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
????