Pedro Dias (c.1530 - c.1590)

‹ Back to Dias surname

Is your surname Dias?

Research the Dias family

Pedro Dias's Geni Profile

Records for Pedro Dias

4,042,307 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Birthplace: Portugal
Death: Died in São Paulo, Sao Paulo, Brazil
Managed by: Plinio Luiz
Last Updated:

About Pedro Dias

Pedro Dias, da família — Parente Dias Velho —, de Portugal, veio a São Vicente como irmão leigo da Companhia de Jesus. Passou para São Paulo, no princípio de sua fundação, em 1554, com os outros padres jesuítas, que então formaram o colégio de Piratininga. Governava os índios dessa região o cacique Tebiriçá, que foi batizado com o nome de Martim Affonso Tebiriçá; e, afeiçoando-se ele pelo leigo Pedro Dias, pediu-o para seu genro. Como viesse desse enlace grande vantagem para o efeito de congraçar os portugueses com os índios, chamando-os por essa forma mais facilmente ao grêmio da igreja, consultou-se ao geral da ordem, que era o Santo Ignacio de Loyola, então residente em Roma, sobre o assunto, e por ele foi resolvido que, querendo o leigo, se casasse, para o que o desligou dos votos. Obtida a licença, casou-se Pedro Dias com a segunda f.ª do cacique Tebiriçá, a qual tendo o nome indígena de Terebé, foi batizada com o de Maria da Graça, em atenção ao Rev.mo. Padre Luiz da Grã, que foi o primeiro superior do colégio formado nos campos de Piratininga.

Segunda vez casou-se Pedro Dias, morta sua 1.ª mulher, com Antonia Gomes da Silva, f.ª de Pedro Gomes e de Izabel Affonso, esta f.ª de Pedro Affonso das ilhas e de uma tapuia, por ele resgatada em Piratininga, com quem se casou. V. 1.º pág. 9.

Foi Pedro Dias prestante cidadão em São Paulo, onde foi do governo da terra e ocupou o cargo de juiz ordinário, como se vê nos livros e cadernos antigos de arquivo da Câmara de S. Paulo. Faleceu com testamento em 1590, em que declarou os seus dois casamentos.

(http://www.arvore.net.br/Paulistana/Dias_1.htm)

------------------

Pedro Dias

Este texto não é uma carta dos primeiros jesuítas mas de Serafim Leite, padre jesuíta, autor da História da Companhia de Jesus, que escreveu com base nos documentos por ele compilados.

Em contraposição ao que diz Silva Leme, escreve o Padre Serafim Leite:

“Antes de concluir esta matéria de saídas da Companhia, deslindemos um facto, que tem sido muito explorado literariamente. Em 1566, estava na Baia “o Irmão Pedro Dias, ainda noviço, nascido aqui na terra”. O seu nome já não se acha no catálogo de 1567. Saiu da Companhia nesse meio tempo. Dele se escreveu a seguinte notícia, aliás romance: “Pedro Dias foi leigo da Companhia de Jesus e não podia casar, mas foi tal a simpatia que o gentio lhe votava e tal a insistência de Tibiriçá de te-lo por genro que ele, obtida a precisa licença de voto, casou-se com a princesa Terebé, que foi batizada Maria e tomou o apelido da Grã pelo respeito que votava ao padre da Companhia Luiz da Grã”.

A lenda é maviosa! Mas os documentos são inexoráveis. Pedro Dias era “nascido cá na terra”. Mameluco, provavelmente. E o noviciado não o fez em Piratininga, mas na Bahia”.

Serafim Leite, História da Companhia de Jesus, Vol II, 454.

PROJETO COMPARTILHAR

view all 12

Pedro Dias's Timeline

1530
1530
Portugal
1590
1590
Age 60
Sao Paulo, São Paulo, Brazil
1590
Age 60
São Paulo, Sao Paulo, Brazil
????
Piratininga, Piratininga, São Paulo, Brazil
????
????
????
????
????
????