Procópio Ferreira

public profile

Is your surname de Jesus Quental Ferreira?

Research the de Jesus Quental Ferreira family

Procópio Ferreira's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

João Álvaro de Jesus Quental Ferreira

Nicknames: "Procópio Ferreira"
Birthdate:
Birthplace: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Death: Died
Immediate Family:

Son of Francisco Firmino Ferreira and Maria de Jesus Quental Ferreira
Husband of Aída Izquierdo; Ione Sartini and Hamilta Moreira de Sousa
Partner of Lígia Monteiro and Celecina Nunes Martins
Father of Lígia Ferreira; Mara Sílvia; Bibi Ferreira; Maria Maria; João Procópio Filho and 1 other

Managed by: Lúcia Pilla
Last Updated:

About João Álvaro de Jesus Quental Ferreira

João Álvaro de Jesus Quental Ferreira (Rio de Janeiro, 8 de julho de 1898 — Rio de Janeiro, 18 de junho de 1979), mais conhecido como Procópio Ferreira, foi um ator, diretor de teatro e dramaturgo brasileiro. É considerado um dos grandes nomes do teatro brasileiro. Procópio descobriu cedo o talento de envolver a platéia, arrastando aos seus espetáculos contingentes de público de fazer inveja aos maiores sucessos de hoje. Em 62 anos de carreira, Procópio interpretou mais de 500 personagens em 427 peças.

Biografia

Era filho de Francisco Firmino Ferreira e de Maria de Jesus Quental Ferreira, ambos portugueses naturais da ilha da Madeira, em Portugal.

Ingressou na Escola Dramática do Rio de Janeiro a 22 de março de 1917. Representou mais de 450 peças, de todos os gêneros, desde o teatro de revista até a tragédia grega. Em toda a Historia do Teatro Nacional foi o ator que maior número de peças nacionais interpretou e, que maior número de autores lançou.

Procópio Ferreira atuava no circo-teatro, gênero que, se não foi criado no Brasil, aqui teve pleno desenvolvimento. Tratava-se de um circo que, além de números de acrobacias, malabarismo e palhaçadas, apresentava a adaptação de peças de teatro. Do circo-teatro passou às comédias. Procópio Ferreira dizia que o sucesso chegou quando ele parou de pensar com a sua própria cabeça para pensar com a cabeça do público.

Sua primeira peça foi Amigo, Mulher e Marido, fazendo o papel de um criado, em 1917, no Teatro Carlos Gomes. Seu maior sucesso no teatro foi o espetáculo Deus lhe Pague, de Joracy Camargo, com o qual viajou o país inteiro e foi para o exterior. Participou de mais de quatrocentas peças e teve uma carreira de mais de 60 anos.

Lançou o teatro de frases, com tiradas e expressões cortantes para substituir a tradicional comédia de costumes. No cinema, começou com a produção portuguesa "O Trevo de Quatro Folhas" (1936). No Brasil, atuou em "Quem Matou Ana Bela" (1956) e no sucesso de crítica e público "O Comprador de Fazendas" (1951), baseado no conto de Monteiro Lobato.

Um homem que vivia intensas paixões, foi pai de 06 filhos. De seu primeiro casamento com a artista Argentina Aida Izquierdo nasceu uma das mais importantes atrizes e diretoras brasileiras, Bibi Ferreira. casou também com a grande atriz Norma Geraldy e com a atriz Hamilta Rodrigues. do casamento com Hamilta Rodrigues nasceram Maria Maria, João Procópio Filho e Francisco de Assis Procópio Ferreira. De seu relacionamento com a atriz Lígia Monteiro nasceu a Diretora e jornalista Lígia Ferreira. Do romance com a musicista Celecina Nunez nasceu a cantora Mara Sílvia (nome artístico de Mariazinha, como era chamada pelo pai). Um grande Homem, pai e avo (Tina Ferreira filha de Bibi, João Procópio Neto filho de Mariazinha, Bianca filha de Lígia Ferreira, Alice Ferreira filha de Maria Maria e Alessandra Ferreira filha de João Procópio Filho).

Carreira

Na televisão

  • Procópio também fez televisão e participou das telenovelas A Grande Viagem, As Minas de Prata, *Redenção, Dez Vidas e Divinas & Maravilhosas.

No cinema

  • Mistério do Rio
  • Coisas Nossas
  • Pureza
  • Berlim na Batucada
  • O Comprador de Fazendas (1951)
  • Trevo de Quatro Folhas
  • O Homem dos Papagaios (argumentos de Procópio)
  • A Sogra
  • Quem Matou Anabela
  • Romance de uma Cidade
  • Como Ganhar na Loteria sem Perder a Esportiva
  • Titio Não É Sopa
  • Em Família

Obras

Peças de teatro

  • Briga em Família
  • Arte de Ser Marido
  • Banho de Civilização
  • Convidado de Honra
  • A Grande Pantomima
  • Não Casarás
  • Presente do Céu
  • Boca do Inferno
  • Família do Antunes

Livros

  • O ator Vasques (O Homem a Obra)
  • Arte de Fazer Graça
  • Como se Faz Rir
  • O que Penso quando Não Tenho em que Pensar

Homenagens

  • Cavaleiro da Ordem do Mérito
  • Oficial da Ordem do Rio Branco
  • Comendador da Ordem Militar de Santiago da Espada
  • Comendador da Ordem Infante D. Henrique
  • Bacharel Honoris Causa da Universidade de Coimbra
  • Medalha de Ouro da Ordem do Trabalho da União Soviética
  • Medalha de Ouro da Associação dos Críticos Teatrais do Rio de Janeiro
  • Medalha de Ouro do Primeiro Congresso Folclórico (Salvador)
  • Medalha de Prata da Associação dos Críticos Teatrais de São Paulo
  • Medalha de Prata da Sociedade Zoófila de Lisboa
  • Medalha de Ouro oferecida pelo povo, críticos e amadores de Campinas
  • Medalha de Mérito da Cidade de Bagé
  • Medalha do Clube Piratininga aos Heróis da Revolução de 32
  • Medalha de Ouro do Botafogo Futebol Clube de Ribeirão Preto
  • Medalha da Constituição
  • Cidadão Benemérito da Cidade do Rio de Janeiro

.*Cidadão Paulistano

  • Cidadão Porto-alegrense
  • Cidadão Recifense
  • Cidadão Florianopolitano
  • Cidadão Sãojoanense
  • Cidadão Iguaçuano
  • Cidadão Riograndino
  • Cidadão Pelotense
  • Diploma de Mérito da Cidade de Belo Horizonte

Sócio honorário

  • Academia de Letras do Paraná;
  • Academia de Letras de Campos (RJ);
  • Academia de Letras da Universidade de São Paulo;
  • Sócio Efetivo da Academia de Artes do Brasil;
  • Sócio Efetivo da Academia de Letras e Artes de Nova Iguaçu;
  • Centro da Colônia Portuguesa de Belo Horizonte;
  • Comunidade Israelita de Recife;
  • Clube Recreativo de Bagé;
  • Escola Paulista de Medicina;
  • Clube Bandeirante (Campinas, SP);
  • Clube Potiguar (RN);
  • Clube Fantoches (Salvador, BA);
  • Clube Floresta (Belo Horizonte, MG);
  • Sodalício Graça Aranha (Santa Maria, RS);
  • Escola de Arte Apolônia Pinto (Jaboticabal, SP);
  • Sindicato dos Jornalistas de São Paulo;
  • Presidente de Honra da Escola Dramática do Rio Grande do Sul;
  • Estudante Perpétuo da Faculdade de Direito de São Paulo;
  • Conselheiro Perpetuo da Benemérito da Associação dos Críticos Teatrais de Recife.

Fonte: WP

view all 11

Procópio Ferreira's Timeline