Rafael de Oliveira, o Velho

Is your surname de Oliveira?

Research the de Oliveira family

Rafael de Oliveira, o Velho's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

About Rafael de Oliveira, o Velho

em http://www.genealogiabrasileira.com/titulos_perdidos/cantagalo_ptoligagos.htm

Parágrafo 3º 2 - 3.

Rafael de Oliveira, o velho

(hipótese)

, n. 1572, f. 1648, descrito por SL como n. Setúbal, Portugal, c. 1ª vez, antes de 1596, SP, com Paula Fernandes, fct. 1614, provavelmente f. de Manoel Fernandes Ramos e Suzana Dias (em Fernandes Povoadores) e, 2ª, 1615, com Catarina de Figueiredo de Horta (viúva de Pascoal Ribeiro), n. Setúbal, f. 1621, SP, f. de Nuno Álvares de Horta e Ana de Carvalho, c.ger. desta em Hortas. (DB.278 e SL.4.313). - Obs.: "filho de Maria Gonçalves". (EA.558).Cap. 2.° Catharina de Figueiredo d'Horta, f.ª de Nuno Alves d'Horta, foi 1.° casada com Paschoal Ribeiro e 2.ª vez com

Raphael de Oliveira (o velho)

, † em 1648, f.° de Maria Gonçalves, viúvo de Paula Fernandes. Faleceu Catharina de Figueiredo d'Horta em 1621 em S. Paulo (C. O. de S. Paulo) e teve: GP - Hortas 1 - pág. 313

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Aos 26-1-1648 nesta vila de São Paulo, eu

Raphael de Oliveira o velho

em casas de minha morada doente em uma cama (...) dispor de minhas cousas como o faço da maneira seguinte.

(encomendações pias). Meu corpo sera amortalhado no hábito do Patriarca e Seraphico Padre São Francisco e enterrado na sua igreja do Convento desta vila. (pedidos de missas) Declaro que fui casado com Paula Fernandes e deste matrimonio tive Pedro de Oliveira que se diz ter falecido e Estevão Fernandes e os que são vivos é Raphael de Oliveira o moço e Anna de Oliveira mulher de Gaspar Maciel Aranha os mais que deste matrimonio houve todos são falecidos da vida presente. Declaro que a meu filho Raphael de Oliveira lhe devo a legitima de sua mãe que se pagará. Declaro que ao dito meu filho casei com uma enteada minha filha do segundo matrimonio por nome Maria Ribeiro e lhe dei com ela em dote de minha fazenda o que pude entendendo-se que se lhe cabia alguma cousa da legitima de sua mãe e minha segunda mulher Catharina Dorta que devia ser muito pouco ou nada, que no tal dote entrasse como entrou e esta foi sempre minha tenção pelo que lhe não devo nada da tal legitima. Declaro que tambem casei minha filha Anna de Oliveira com o dito Gaspar Maciel Aranha e lhe dei o seu dote e nele entrou a legitima de sua mãe como assim o declarei ao dito meu genro. Declaro que sendo que meu filho Pedro de Oliveira seja falecido lhe devo a seus filhos e meus netos a legitima que por morte de sua avó lhe toca que constará pelo inventário a qual se entregará a seu curador ou a quem o juiz dos órfãos mandar. Declaro que fui casado segunda vez com a dita Catharina Dorta de cujo matrimonio tive Alberto de Oliveira; Jose de Oliveira. Catharina Dorta e Salvador de Oliveira que todos de um e outro matrimonio são meus legitimos e universais herdeiros. Declaro que a minha filha Catharina Dorta casei com Ignacio Preto a quem dei seu dote com ela, e nele entrou a legitima que á dita minha filha devia da parte que lhe coube de sua mãe. Declaro que aos mais irmãos a saber Alberto de Oliveira Jose de Oliveira e Salvador de Oliveira lhe devo a legitima de sua mãe que se separará para lhe ser entregue. Declaro que deixo a minha terça e o remanescente dela a minha neta Maria filha de Ignacio Preto e de minha filha Catharina Dorta (...) que é para a ajuda de seu casamento. Deixo por meu testamenteiro a meu filho Alberto de Oliveira (...) e outrossim o deixo por curador dativo de seu irmão Salvador de Oliveira. E desta maneira houve este testamento por feito e acabado que mandei fazer por Manuel Coelho da Gama .- Raphael de Oliveira. Aprovação:28-1-1648 presentes por testemunhas Manuel Coelho da Gama e Antonio de Oliveira, e Gaspar Correa, Manuel Alves de Sousa, Belchior de Borba, Mathias Peres e Pedro Vidal com o dito testador assinaram em fé do que fiz este instrumento assinado por mim em publico e raso de meus sinais costumados eu Custodio Nunes Pinto tabelião do publico e judicial e notas nesta vila de São Paulo: (aa)Custodio Nunes Pinto - Raphael de Oliveira - Gaspar Correa - Pedro Vidal - Manuel Alvres de Sousa - Manuel Coelho - Belchior de Borba - Antonio de Oliveira - Mathias Peres. Cumpra-se o que nele se contem São Paulo 1 de junho de 1648 - Albernás Cumpra-se como nele se contem, 3 de junho de 1648 - Luiz da Costa.

http://www.projetocompartilhar.org/SAESPp/catharinadorta1626paulafernandes1614raphaeldeoliveira1648.htm

view all 14

Rafael de Oliveira, o Velho's Timeline