Rui Gomes de Alvarenga, 1º alcaide-mór de Torres Vedras

public profile

Is your surname Gomes de Alvarenga?

Research the Gomes de Alvarenga family

Rui Gomes de Alvarenga, 1º alcaide-mór de Torres Vedras's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Rui Gomes de Alvarenga, 1º alcaide-mór de Torres Vedras

Birthdate:
Death: (Date and location unknown)
Immediate Family:

Son of Gomes Martins de Alvarenga and Catarina Teixeira
Husband of Mécia de Melo
Father of Filipa Henriques de Albergaria; Lopo Soares de Albergaria, governador da Índia; Gomes Soares de Melo, alcaide-mór de Torres Vedras; Rui Vaz Soares; Brites Soares de Melo and 1 other
Brother of Maria de Alvarenga

Managed by: Private User
Last Updated:

About Rui Gomes de Alvarenga, 1º alcaide-mór de Torres Vedras

Instituidor do Morgado da Nossa Senhora da Conçeição ou da posterior Quinta da Conceição ou Quinta do Conde, Zibreira de Dois Portos, situada no reguengo da Ribaldeira (perto de Runa), em Lisboa, pertencente ao morgado instituído em 1475 pelo conde Rui Gomes de Alvarenga.

O morgadio passou para a administração do seu filho primogénito Gomes Soares de Melo e, após ele, para os seus descendentes diretos, os Soares de Alarcão e Melo, poderosos alcaides-mor de Torres Vedras, que foram senhores da azenha até 1642. No contexto da restauração da independência, D. João Soares de Alarcão, que herdara a casa dos seus avós, abandonou Portugal e colocou-se ao serviço de Filipe IV de Espanha. Como consequência deste ato, o rei D. João IV, anulou-lhe os títulos, desnaturalizou-o e confiscou-lhe todos os bens. Após um longo processo judicial iniciado pelos condes de Avintes (a condessa era sobrinha de D. João de Alarcão), o património regressou à família em 1677 e com ele permaneceu na casa de Avintes/Lavradio até finais do século XIX..

Rui Gomes de Alvarenga, conde palatino com o privilégio correspondente de soberania delegada no que respeitava à Administração do Reino e à Justiça , doutor em Leis, presidente da Casa da Suplicação (em 24 de Junho de 1452), fidalgo do Conselho dos reis D. João I, D. Duarte, chanceler-mor e D. Afonso V (confirmado a 10 de Agosto de 1463) . Foi igualmente seu valido e embaixador a várias cortes estrangeiras, nomeadamente a Castela em 14424 , e alcaide-mor de Torres Vedras . Em cima a imagem do seu túmulo e de sua mulher, em estilo gótico, na Igreja da Graça (Lisboa), podemos ler:

“Aqui jaz o muito prezado Senhor Ruy Gomez de Alvarenga Presidente e Chanceler Mor do Conselho dos muito excelentes príncipes El-Rei D. Duarte El-Rei D. Afonso V e filho do muito honrado Senhor Gomez Moniz de Vasconcelos Chanceler Mor do Conselho do muito poderoso Rey D. João I filho da muito nobre Senhora Cª. Teixra Camareira Mor da muito excelente Princesa e Infanta Dona Isabel Duquesa de Uregonha finouse a xxbiij de Agosto de 1473”6 .

Faleceu antes de 25 de Julho de 14807 .

Pais: Dr. Gomes Martins (de Alvarenga) ou Gomes Moniz de Vasconcelos, Chanceler Mor do Conselho de D. João I. D. Catarina Teixeira, camareira-mor da infanta D. Isabel duquesa de Borgonha, filha de Estêvão Pires alcaide-mor de Torres Vedras e Maria Gonçalves (Teixeira) . Casado com:

D. Mécia de Melo ou D. Milícia de Mello Soares. Filha de Estêvão Soares de Melo, senhor da honra de Melo, e de D. Tereza de Andrade, filha de Rui Nunes Freire de Andrade, senhor de Algés. Tiveram:

Lopo Soares de Albergaria, vice-rei da Índia, 1.º senhor de Pombalinho (Soure), casado com D. Ana de Albuquerque, filha de Nuno da Cunha «o Velho».

Fernão de Melo

Gomes Soares de Melo, alcaide-mor de Torres Vedras (19 de Junho de 1477); reposteiro-­mor (15 de Julho de 1476) e conselheiro dos reis D. Afonso V, D. João II e D. Manuel I9 , casado com D. Filipa de Castro, filha de D. Garcia de Castro de D. Brites da Silva filha do 1º Visconde de Vila Nova de Cerveira.

Afonso Rodrigues de Melo

Beatriz Soares de Melo casada 1.º com Álvaro Coutinho e 2.º com D. Pedro de Meneses, 1.º Conde de Cantanhede