Start My Family Tree Welcome to Geni, home of the world's largest family tree.
Join Geni to explore your genealogy and family history in the World's Largest Family Tree.

Personalidades Brasileiras

« Back to Projects Dashboard

Project Tags

view all

Profiles

  • Roberto Burle Marx (1909 - 1994)
    (Adicionado em Nov.21.2014 por Ana Maria Toledo Rodrigues) Roberto Burle Marx=== Nome completo Roberto Burle Marx Nascimento 4 de agosto de 1909 São Paulo, SP Morte 4 de junho de 1994 (84 ...
  • Adolfo Lutz (1855 - 1940)
    Adolfo Lutz Era o terceiro filho homem dos suíços Gustav Lutz e Mathilde Oberteuffer. Os Lutz formavam uma das famílias mais tradicionais de Berna desde o século XVI, vinc...
  • Violeta Arraes (1926 - 2008)
    Maria Violeta Arraes de Alencar Gervaiseau (Araripe, Ceará, 5 de maio de 1926 - Rio de Janeiro, 17 de junho de 2008) foi uma socióloga, psicanalista e ativista política brasileira....
  • Santos Dumont, o Pai da Aviação (1873 - 1932)
    Alberto Santos-Dumont (Portuguese pronunciation: [ɐwˈbɛʁtu ˈsɐ̃tuz duˈmõ]; 20 July 1873 – 23 July 1932) was a Brazilian aviation pi...
  • Antonio Candido
    Antonio Candido de Mello e Souza (Rio de Janeiro, 24 de julho de 1918) é um sociólogo, literato e professor universitário brasileiro. Estudioso da literatura brasileira e estrangei...

Este é o primeiro projeto brasileiro criado no Geni. Por ser o primeiro, é o mais abrangente possível: qualquer personalidade pública brasileira, histórica ou atual, pode ser aqui incluída.

Parece natural que o projeto, no futuro, desmembre-se em vários outros. A categorização feita aqui na descrição do projeto irá apontar quais grupos têm maior potencial para se tornarem projetos autônomos.

Sugere-se que a breve descrição aliada aos perfis abaixo sempre inclua locais e datas de nascimento e morte, quando conhecidos, e, na medida do possível, limite-se ao máximo de 3 ou 4 linhas, de forma a estabelecer um certo equilíbrio entre as personalidades. A seção "Sobre mim" do próprio perfil pode e deve ser preenchida com a maior riqueza de dados possível.

Personagens históricos

  • Ana Benvinda Bueno, a Emancipadora (Santos, ? - Brasil, ?) Foi a fundadora e primeira presidenta da A Emancipadora, sociedade especializada em "libertação de escravas moças", casada com Martim Francisco Ribeiro de Andrada, o Moço.
  • Anita Garibaldi (Laguna, Santa Catarina, 30 de agosto de 1821 - Guiccioli Farm, Ravenna, Italia, 4 de agosto de 1849) Foi a companheira do revolucionário Giuseppe Garibaldi, sendo conhecida como a "Heroína dos Dois Mundos". Ela é considerada, até hoje, uma das mulheres mais fortes e corajosas da época.
  • Antonio Alvares Leite Penteado, Conde (Mogi-Mirim, São Paulo, 3 de fevereiro de 1852 - Paris, 25 de maio de 1912) Conde, foi agricultor em Palmeiras, formando Fazenda Palmares.Foi industrial, fundando as Fábricas Santana de fiação de tecidos de juta e Penteado.
  • Antônio Carlos Ribeiro de Andrada Machado e Silva (Santos, 1 de novembro de 1773 — Rio de Janeiro, 5 de dezembro de 1845). Foi um juiz de fora, desembargador e político brasileiro. Usava freqüentemente na época da Independência, em seus artigos em jornais, o pseudônimo "Philagiosetero". Adotou o nome parlamentar de "Andrada Machado".
  • Antônio Carlos de Andrada, III (Santos, 3 de março de 1835 — Barbacena, 26 de dezembro de 1893) foi um político brasileiro, juiz, deputado geral no Império e senador constituinte estadual por Minas Gerais na República. Pertence à segunda geração dos Andradas e é o terceiro político deste nome.
  • Antônio Carlos Ribeiro de Andrada (IV) (Barbacena, 5 de setembro de 1870 — Rio de Janeiro, 1 de janeiro de 1946) foi um político brasileiro, prefeito de Belo Horizonte, presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, senador da República, presidente da Assembléia Nacional Constituinte de 1932-1933, ministro de estado e presidente do estado de Minas Gerais.
  • Antonio da Silva Jardim Foi um advogado, jornalista e ativista político brasileiro, formado de Faculdade de Direito de São Paulo. Conhecido como o Herói da Proclamação da República.
  • Bárbara de Alencar (Fazenda da Caiçara ou da Várzea, Exu, Pernanbuco, 11 de fevereiro de 1760 - Campos Sales, Ceará, 28 de agosto de 1832) foi uma revolucionária da Revolução Pernambucana de 1817 e da Confederação do Equador. Mãe de José Martiniano de Alencar e Tristão Gonçalves também revolucionários.
  • Benjamin Constant, o Pai da República (Niterói, Rio de Janeiro, 18 de outubro de 1836 - Rio de Janeiro, 22 de janeiro de 1891) foi um militar, professor e estadista brasileiro. Participou da Guerra do Paraguai (1865 - 1870) como engenheiro civil e militar.
  • Braz Cubas (Porto, dezembro de 1507 — Santos, 1592) foi um fidalgo e explorador português, fundador da vila de Santos (hoje cidade). Governou por duas vezes a Capitania de São Vicente (1545-1549 e 1555-1556). É considerado por alguns historiadores como fundador de Mogi das Cruzes, em 1560.
  • Brigadeiro Luís Antonio (Amarante, Porto, Portugal, 1746 - Brasil, 30 de maio de 1819) O Brigadeiro Luís António foi um grande negociante de fazendas do interior de São Paulo, proprietário do primeiro navio que saiu do Porto de Santos com mercadorias das fazendas com destino a Lisboa. Foi também um filantropo.
  • Cacique Tibiriçá (c. 1440 — ?) foi o primeiro índio a ser catequizado pelo padre José de Anchieta. Seu nome de batismo cristão foi Martim Afonso.
  • Carlos Barbosa Gonçalves (Pelotas, Rio Grande do Sul, 8 de abril de 1851 - Jaguarão, Rio Grande do Sul, 23 de março de 1933) Foi um médico e político brasileiro, governador do Rio Grande do Sul durante a República Velha; foi senador, deputado e secretário de Estado.
  • Cipriano José Barata de Almeida (Salvador, 26 de setembro de 1762 — Natal, 7 de junho de 1838) foi um médico e político brasileiro. Destacou-se como um dos mais ativos combatentes em favor da Independência do Brasil.
  • Conselheiro Lafayette (Queluz, Minas Gerais, 28 de março de 1834 — Rio de Janeiro, 29 de janeiro de 1917), foi um jurista, proprietário rural, advogado, jornalista e político brasileiro.
  • Diogo Alvares Correia, o Caramuru (Viana do Castelo, Portugal, 1475 — Tatuapara, Bahia, 5 de outubro de 1557) fidalgo da Casa Real, náufrago de um navio de bandeira francesa nas proximidades do rio Vermelho, na Baía de Todos os Santos, foi o primeiro europeu a viver no Brasil no meio dos índios, iniciando o longo processo de miscigenação que caracterizou a colonização portuguesa da América.
  • Domingos José Martins (Marataízes, Espirito Santo, 9 de maio de 1781 - Bahia, Brazil, 12 de junho de 1817) Na Revolução de 1817, emergiu de maneira brilhante e singular. Derrotado, foi preso e enviado à Bahia, sendo fuzilado em 12 de junho de 1817, no Campo da Pólvora, hoje conhecido como Campo dos Mártires.
  • Duarte Coelho (Miragaia, c. 1485 - Portugal, 7 de agosto de 1554) foi um fidalgo, militar e administrador colonial português. Foi o primeiro donatário da capitania de Pernambuco e fundador de Olinda.
  • Duque de Caxias (Porto da Estrela, 25 de agosto de 1803 — Desengano, 7 de maio de 1880) foi um dos mais importantes militares e estadistas da história do Brasil.
  • Fernando de Noronha (c. 1450 + 1509) foi donatário da primeira capitania hereditária em terras brasileiras, a ilha de São João da Quaresma, atual Fernando de Noronha. Era sogro de Pedro Álvares Cabral.
  • Francisco de Paula e Sousa e Melo (Itu, 5 de janeiro de 1791 — Rio de Janeiro, 16 de agosto de 1854) foi um nobre e político brasileiro.
  • Francisco Antonio de Almeida Morato (Piracicaba, 17 de outubro de 1868 — São Paulo, 12 de maio de 1948) foi um advogado, jurista e político brasileiro. Foi promotor público e fundador da Ordem dos Advogados de São Paulo, a qual presidiu de 1916 a 1922 e de 1925 a 1927.
  • Frei Caneca (Recife, 20 de agosto de 1779 — Recife, 13 de janeiro de 1825), foi um religioso e político brasileiro. Esteve implicado na Revolução Pernambucana (1817) e na Confederação do Equador (1824). Como jornalista, esteve à frente do Typhis Pernambucano.
  • Garcia de Sousa d'Ávila (São Pedro de Rates, 1528 – Salvador, 20 de maio de 1609) foi filho de Tomé de Sousa e fundador do maior latifúndio das Américas, a Casa da Torre.
  • João de Azpilcueta Navarro (País Basco, c.1522 -- Bahia, 1557) padre da Companhia de Jesus, um dos primeiros a serem catequistas no Brasil, no século XVI. Era primo da mãe de São Francisco Xavier. (Curiosidade: empresta seu sobrenome para dar nome à Rua Aspicuelta, Vila Madalena, São Paulo.)
  • João Nepomuceno de Medeiros Mallet (Bagé, Rio Grande do Sul, 16 de maio de 1840 - Rio de Janeiro, 12 de dezembro de 1907) Foi militar e político brasileiro.
  • João Ramalho (Vouzela, Portugal, 1493 – Piratininga, 1580) foi um aventureiro, explorador português, que adaptou-se à vida no Novo Mundo ganhando prestígio junto aos índios com quem vivia. Casou-se com a filha do cacique Tibiriçá, Bartira.
  • José Barbosa Gonçalves (Jaguarão, 1860 — Recife, 1940) foi um político brasileiro. Comandou o Ministério dos Transportes, entre 26 de fevereiro de 1912 e 15 de novembro de 1914, no governo de Hermes da Fonseca. Foi prefeito de Pelotas em 1903 e de 1908 a 1912.
  • José Joaquim da Rocha (Mariana, Minas Gerais, 19 de outubro de 1777 - Rio de Janeiro, 16 de julho de 1848) Capitão-mor, do conselho de Sua Majestade o Imperador, dignitário da ordem imperial do Cruzeiro. Grande figura que participou da Independência do Brasil.
  • José Martiniano de Alencar (Crato, 16 de outubro de 1794 — Rio de Janeiro, 15 de março de 1860) foi um jornalista e político brasileiro. É o pai do escritor José de Alencar e do diplomata Leonel Martiniano de Alencar, barão de Alencar e filho de Bárbara de Alencar.
  • Marechal Osório (Conceição do Arroio, 10 de maio de 1808 — Rio de Janeiro, 4 de outubro de 1879) foi o comandante das Forças Brasileiras na Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguay.
  • Martim Francisco Ribeiro de Andrada (Santos, 19 de abril de 1775 — Santos, 23 de fevereiro de 1844) foi um político brasileiro, presidente da Câmara dos Deputados e ministro da Fazenda do Império do Brasil.
  • Martim Francisco Ribeiro de Andrada (O moço) (Mucidan, Marselha), França, 10 de junho de 1825 — São Paulo, 2 de março de 1886). Foi um político brasileiro. Presidente da Câmara dos Deputados e ministro no II Império.
  • Martim Francisco Ribeiro de Andrada (neto) (São Paulo, 11 de fevereiro de 1853 — Rio de Janeiro, 20 de abril de 1927). Foi um advogado, escritor e político brasileiro.
  • Martim Afonso de Sousa (Vila Viçosa, c.1490/1500 — Lisboa, 21 de julho de 1571) foi um nobre e militar português, Governador da Índia e do Estado do Brasil. Fundou em 22 de Janeiro de 1532 a primeira vila do Brasil, batizando-a de Vila de São Vicente.
  • Nicolau Pereira de Campos, Senador Vergueiro (Vale da Porca, Concelho de Macedo de Cavaleiros, Bragança, Portugal, 20 de dezembro de 1778 - Rio de Janeiro, 18 de setembro de 1859) Foi um fazendeiro de café e político luso-brasileiro. Em 1821, às vésperas da Independência do Brasil, tornou-se membro do governo provisório da província de São Paulo. Exerceu outros cargos nas províncias de São Paulo e Minas Gerais. Participante da constituinte de 1823. Era senador e, com a abdicação de Pedro I do Brasil integrou a Regência Trina provisória (1831) durante a menoridade de seu filho Pedro II do Brasil.
  • Padre Antônio Vieira (Lisboa, 6 de fevereiro de 1608 — Salvador-Bahia, 18 de julho de 1697) foi um religioso, filósofo, escritor e orador português da Companhia de Jesus.
  • Pedro Álvares Cabral (Belmonte, 1467 ou 1468 — Santarém, 1520 ou 1526) foi um fidalgo e navegador português, comandante da segunda viagem marítima da Europa à Índia, viagem em que se descobriu o Brasil, a 22 de Abril de 1500.
  • Quintino Bocayuva (Itaguaí, 4 de dezembro de 1836 — Rio de Janeiro, 11 de junho de 1912) foi um jornalista e político brasileiro, conhecido por sua atuação no processo da Proclamação da República. Como político, foi o primeiro ministro das relações exteriores da República, de 1889 a 1891, e presidente do estado do Rio de Janeiro, de 1900 a 1903.
  • Rafael Tobias de Aguiar (Sorocaba, São Paulo, 4 de outubro de 1793 - a bordo entre Rio de Janeiro e Santos, São Paulo, 7 de outubro de 1857) foi o grande chefe e o ídolo do partido liberal no seu tempo. Foi casado com Domitila de Castro Canto e Mello,marquesa de Santos.
  • Tomé de Sousa (Rates, 1503 — 1579) foi um militar e político português, governador-geral do Brasil, quando este era colônia de Portugal, chegado em 1549.
  • Tristão de Alencar Araripe (Icó, 7 de outubro de 1821 — Rio de Janeiro, 3 de junho de 1908) foi um escritor, magistrado, jurista e político brasileiro.
  • Tristão Gonçalves Pereira de Alencar (Crato, 1789 — Jaguaretama, 30 de outubro de 1825), filho de Bárbara de Alencar, foi um importante revolucionário, participando da Revolução Pernambucana em 1817 e Confederação do Equador em 1824. Foi brutalmente assassinado pelas forças imperiais no interior do Ceará.
  • Vasco Fernandes Coutinho (Portugal, 1490 — Vila Velha, Espírito Santo,1561), primeiro donatário da Capitania hereditária do Espírito Santo.
  • Veridiana da Silva Prado (São Paulo, 11 de fevereiro de 1825 — 11 de junho de 1910) foi uma feminista brasileira. Nascida numa tradicional família paulistana, e fez questão de ignorar o preceito, escandalizando seus conterrâneos com uma vida plena de atividades intelectuais e atitudes que a lançaram na história como uma das pioneiras do feminismo no Brasil.

Economistas

  • Mario Henrique Simonsen (Rio de Janeiro, 19 de fevereiro de 1935 — 9 de fevereiro de 1997) foi um engenheiro, economista, professor (Catedrático em Econometria) e banqueiro brasileiro.

Cientistas

  • Carlos Chagas (Oliveira, Minas Gerais, 9 de julho de 1879 - Rio de Janeiro, 8 de novembro de 1934) foi um médico sanitarista, cientista e bacteriologista brasileiro, que trabalhou como clínico e pesquisador. Atuante na saúde pública do Brasil, iniciou sua carreira no combate à malária.
  • Cesar Lattes (Curitiba, 11 de julho de 1924 — Campinas, 8 de março de 2005) foi um físico brasileiro, co-descobridor do méson pi.
  • Ernst Wolfgang Hamburger (Berlin, Alemanha, 8 de junho de 1933) É um físico e divulgador científico brasileiro, fez parte de equipe de professores do Instituto de Física da USP, do qual foi igualmente diretor.
  • Guilherme Schüch de Capanema, Barão de Capanema (Ouro Preto, 17 de janeiro de 1824 — Rio de Janeiro, 28 de julho de 1908) foi um naturalista, engenheiro e físico brasileiro, responsável pela instalação da primeira linha telegráfica do Brasil. Foi bisavô do político Gustavo Capanema.
  • Oswaldo Cruz (São Luíz do Paraitinga, São Paulo, 5 de agosto de 1872 - Rio de Janeiro, 11 de fevereiro de 1917) foi um cientista, médico, bacteriologista, epidemiologista e sanitarista brasileiro.
  • Vital Brazil Mineiro da Campanha, Dr. Vital Brazil (Campanha, Minas Gerais, 28 de abril de 1865 - Rio de Janeiro, 8 de maio de 1950) foi um importante médico imunologista e pesquisador biomédico brasileiro, de renome internacional.

Esportistas

  • César Augusto Cielo, Filho (Santa Bárbara d'Oeste, São Paulo, 10 de janeiro de 1987) È um nadador brasileiro, campeão olímpico dos 50 metros livre nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008.
  • Gustavo Kuerten (Florianopolis, 10 de setembro de 1976) é um ex-tenista profissional brasileiro, condecorado com posição no Hall da Fama da ATP Associação dos Tenistas Profissionais. É considerado o maior tenista masculino da história do Brasil.
  • Rômulo Arantes (Rio de Janeiro, 12 de junho de 1957 — Maripá de Minas, 10 de junho de 2000) foi um nadador e ator brasileiro.

Militares

  • Benjamin de Almeida Sodré (Mecejana, CE, 10 de abril de 1892 — Rio de Janeiro, 1 de fevereiro de 1982) foi um escoteiro e um futebolista brasileiro. Fez brilhante carreira na Marinha Brasileira, sobrevivendo ao naufrágio do rebocador Guaraní, em 1913 e chefiando a Comissão Naval Brasileira durante a II Guerra Mundial. Tornou-se Almirante em 1954.
  • João Manuel Mena Barreto (Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 24 de janeiro de 1824 - Peribuí, Paraguay, 12 de agosto de 1869) Foi um militar brasileiro, morto na Guerra do Paraguay.
  • Júlio Cesar de Noronha, Almirante (Freguesia de Santana, Rio de Janeiro, 26 de janeiro de 1845 - Rio de Janeiro, 11 de setembro de 1923) Ministro da Marinha do Brasil de 1902 a 1906.
  • Manuel Luís Osório (Conceição do Arroio, 10 de maio de 1808 — Rio de Janeiro, 4 de outubro de 1879) foi um militar, político e monarquista brasileiro. Conhecido como Marechal Osório, participou dos principais eventos militares do final do século XIX, sendo herói da Guerra da Tríplice Aliança. É o patrono da Arma de Cavalaria do Exército brasileiro (1962).
  • Oswaldo Cordeiro de Farias (Jaguarão, Rio Grande do Sul, 16 de agosto de 1901 - Rio de Janeiro, 17 de fevereiro de 1981) Foi um militar, revolucionário e político brasileiro. Foi interventor federal (governador) do Rio Grande do Sul e governador eleito de Pernambuco. Esteve presente em todos os acontecimentos políticos do Brasil a partir de 1922 até 1966, quando se retira da vida pública. General do Exército, Ex-Combatente da 2a Guerra Mundial.
  • Silvio de Noronha (Rio de Janeiro, 11 de maio de 1884 — Rio de Janeiro, 11 de junho de 1957) Ministro da Marinha do Brasil.
  • Wenceslau de Oliveira Belo ((Minas Gerais, 1787 — Rio de Janeiro, 22 de julho de 1852) foi um militar e político brasileiro.

Modelos e Top Models Brasileiras

  • Daniella Cicarelli (Belo Horizonte, Minas Gerais, 6 de novembro de 1978) É uma modelo, atriz, VJ e apresentadora de televisão brasileira.
  • Danuza Leão (Itaguaçu, Espirito Santo, 26 de julho de 1933) É uma jornalista e escritora brasileira. Irmã da cantora Nara Leão, foi casada com o jornalista Samuel Wainer, fundador do extinto jornal Última Hora. Nos anos 50 foi modelo profissional.
  • Gisele Bündchen (Horizontina, Rio Grande do Sul, 20 de julho de 1980) grande ícone nas passarelas internacionais.
  • Helô Pinheiro, a Garota de Ipanema (Rio de Janeiro, 17 de julho de 1945), é uma modelo, empresária e apresentadora brasileira, célebre por ter sido a musa inspiradora de Tom Jobim e Vinicius de Moraes para a canção que projetou a MPB internacionalmente: Garota de Ipanema.
  • Luciano Szafir (São Paulo, 31 de dezembro de 1968) é um ator de telenovelas, empresário e modelo brasileiro.
  • Ticiane Pinheiro (Rio de Janeiro, 16 de maio de 1976) é uma modelo, atriz, apresentadora e socialite brasileira. Justus é seu sobrenome de casada.

Apresentadores de TV

  • Edu Guedes (São Paulo, 18 de abril de 1974) É um chef de cozinha brasileiro, apresentador de programa de televisão.
  • Eliana (São Paulo, 22 de novembro de 1973) É uma apresentadora, atriz, modelo, empresária e cantora brasileira.
  • Luisa Mell (São Paulo, 19 de setembro de 1978) É uma atriz, apresentadora de televisão e modelo brasileira.
  • Pedro Bial (Rio de Janeiro, 29 de março de 1958) é um jornalista, escritor, cineasta, poeta e apresentador brasileiro. Atua principalmente em televisão, sendo conhecido por apresentar os programas Fantástico, Big Brother Brasil e Na Moral.
  • Xuxa Meneghel (Santa Rosa, 27 de março de 1963)1 é uma apresentadora de televisão, cantora pop infantil, compositora de músicas infantis, atriz, modelo e empresária brasileira. Recebeu o epíteto "Rainha dos Baixinhos".

Pianistas

  • Guiomar Novaes (São João da Boa Vista, São Paulo, 28 de fevereiro de 1894 - São Paulo, 7 de março de 1979) Foi uma pianista brasileira que construiu sólida carreira no exterior, particularmente nos Estados Unidos. Ficou especialmente conhecida pelas suas interpretações das obras de Chopin e Schumann. Foi importante divulgadora de Villa-Lobos no exterior.

Outros artistas

  • Aderbal Freire Filho (Fortaleza, 8 de maio de 1941) é um diretor teatral brasileiro. Recentemente, Aderbal dirigiu Wagner Moura na bem-sucedida versão de Hamlet, de Shakespeare.
  • Cassiano Gabus Mendes (São Paulo, 29 de julho de 1929 — São Paulo, 18 de agosto de 1993) foi um radialista e pioneiro da televisão no Brasil. Foi um profissional extremamente versátil, tendo sido ator, roteirista, diretor, produtor, sonoplasta, contrarregra e autor de telenovelas.
  • Gerald Thomas (Rio de Janeiro, c.1954) É um diretor de teatro brasileiro com carreira internacional. Seus trabalhos se dividem entre o Brasil, a Inglaterra, a Alemanha e os Estados Unidos.
  • Geraldo Carneiro (Belo Horizonte, Minas Gerais, 11 de junho de 1952) Poeta. Letrista. Escritor. Roteirista. Teatrólogo.
  • Geysa Bôscoli (Rio de Janeiro, 25 de novembro de 1907 - Caxambu, Minas Gerais, 7 de novembro de 1978) Teatrólogo. Escritor. Jornalista. Compositor. Sobrinho de Chiquinha Gonzaga.
  • José Possi Neto (São Paulo, 1947) é um diretor de teatro, iluminador, coreógrafo e figurinista brasileiro.
  • Lauro César Muniz (Ribeirão Preto, São Paulo, 16 de janeiro de 1938) É um escritor brasileiro, famoso autor de telenovelas, roteiros cinematográficos e peças teatrais.
  • Luiza Barreto Leite (Santa Maria, Rio Grande do Sul, em 01/10/1909 - Rio de Janeiro em 01/12/1996) foi um dos nomes mais respeitados do teatro brasileiro: atriz, diretora, professora de arte dramática, ensaísta e crítica, por mais de 50 anos.
  • Luz del Fuego nome artístico de Dora Vivacqua, (Cachoeiro de Itapemirim, 21 de fevereiro de 1917 — Rio de Janeiro, 19 de julho de 1967) foi uma bailarina, naturista e feminista brasileira.
  • Marianna Leporace (Rio de Janeiro, 15 de julho de 1966), é uma cantora, atriz, jornalista e produtora brasileira e que atua em diversas áreas culturais.
  • Nair de Tefé (Petrópolis, 10 de junho de 1886 — Rio de Janeiro, 10 de junho de 1981) foi uma pintora, cantora, atriz e pianista brasileira, considerada a primeira caricaturista mulher do mundo. Além disso, Nair de Tefé foi a primeira-dama do Brasil de 1913 a 1914.
  • Oduvaldo Vianna (São Paulo, 1892 — Rio de Janeiro, 1972) foi autor, diretor, produtor e roteirista de teatro e cinema brasileiro.
  • Oscar Niemeyer (Rio de Janeiro, 15 de dezembro de 1907) é um arquiteto brasileiro, considerado um dos nomes mais influentes na Arquitetura Moderna internacional. Foi pioneiro na exploração das possibilidades construtivas e plásticas do concreto armado.
  • Ricardo Waddington (Rio de Janeiro, 22 de dezembro de 1960) É um dos principais diretores de núcleo da Rede Globo.
  • Wolf Maya (Goiânia, Goiás, 10 de setembro de 1953) É um ator e diretor brasileiro.
  • Ziraldo (Caratinga, 24 de outubro de 1932) é um cartunista, chargista, pintor, dramaturgo, caricaturista, escritor, cronista, desenhista, humorista, colunista e jornalista brasileiro. É o criador de personagens famosos, como o Menino Maluquinho, e é, atualmente, um dos mais conhecidos e aclamados escritores infantis do Brasil.