António de Brito Peixoto

Is your surname de Brito Peixoto?

Research the de Brito Peixoto family

António de Brito Peixoto's Geni Profile

Records for António de Brito Peixoto

2,081 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

António de Brito Peixoto

Portuguese: Antônio de Brito Peixoto
Birthdate:
Birthplace: Freguesia de São João de Souto, Braga, Portugal
Death: Died in Carrancas, Minas Gerais, Brazil
Immediate Family:

Son of Inácio de Andrade Peixoto and Clara de Brito
Husband of Maria de Morais Ribeira
Father of Tomás de Brito de Brito; José de Andrade Peixoto; Doroteia Maria de Jesus; Maria Vitoria do Nascimento; Ângela Maria de Jesus de Jesus and 6 others

Managed by: Aloysio Junqueira
Last Updated:

About António de Brito Peixoto

ANTONIO DE BRITO PEIXOTO Inventário


Museu Regional de São João del Rei Caixa 605 Ano: 1750 Inventariante: Maria de Moraes Transcrito por Flavio Marcos Passos a pedido de Regina Junqueira


Fl 02: FILHOS 1. Tereza Maria da Conceição, C.c. Simão de Oliveira Pereira 2. José, 16 anos, solteiro 3. Jacinta, 14 anos 4. Maria, 12 anos 5. Ângela, 12 anos 6. Jeronomo, 10 anos 7. Dorotéia, 7 anos 8. Ana, 4 anos 9. Luiza, 1 a 2 anos


ESCRAVOS:33


DIVIDAS ATIVAS (DEVEDORES) Manoel de Oliveira Gularte Antonio do Vale Ribeiro (resto de crédito) Manoel Machado de Toledo (crédito) Domingos Vilela, idem


DIVIDAS PASSIVAS (Credores) Antonio Dias de Carvalho e Cia, do RJ Manoel Ribeiro dos Santos e Cia José de Barros José de Souza Ana das Neves, filha de Jacome Fernandes das Neves (6 novilhas) Simão de Oliveira Pereira (de dote que prometeu no valor de 1:200$000)


BENS DE RAIZ Fazenda das Carrancas com casas térreas, senzalas, paiol, tudo de capim , capoeiras e matas virgens, partindo com Domingos Vilela, Manoel de Oliveira Gularte, Diogo Garcia, Francisco Xavier, Mateus Leme e Francisco de Avila, encostado a Serra das Carrancas ...950$000 (incluindo terras no barranco do Rio Grande)


Tutor dos órfãos: Manoel do Vale Ribeiro


Fl 69v - CERTIDÃO DE ÓBITO


... a folhas cento e cinquenta e quatro verso está um assento do teor seguinte : Aos dez dias do mes de Outubro de mil setecentos e sessenta e um anos faleceu com todos os sacramentos ministrados pelo Reverendo Lourenço José de Almeida, Ângela Maria de Jesus, casada com Bento Manoel do Nascimento, foi acompanhada e encomendada pelo Padre Coadjutor Boaventura Lopes Leite e sepultada dentro da Capela da Senhora do Bomsucesso dos Serranos e para constar fiz este assento. Aiuruoca, 10 de outubro de 1761. O Coadjutor, Inácio João de Souza


PROCURAÇÕES


Data: 9-3-1770 Local: São Gonçalo do Rio Verde Outorgante: Gregório Lopes dos Reis Procuradores: Domingos Alves Fontes e Joaquim Coelho de Souza Fim: dar quitação da legítima de sua mulher Jacinta Maria da Conceição


Data: 8-3-1770 Local: ilegível Outorgante: Manoel Mendes de Abreu Procuradores: Domingos Alves Fontes e Joaquim Coelho de Souza Fim: Quitação da legítima de sua mulher Doroteia Maria de Jesus


Data: 20-2-1769 Local: Carrancas Outorgantes: Jerônimo de Andrade Brito e Maria Vitória do Nascimento Procuradores: Domingos Alves Fontes e Joaquim Coelho de Souza Fim: Quitação das legítimas que lhes coube de seu pai


Data: 28-6-1777 Local: Carrancas Outorgante:Antonio de Paiva e Silva Procuradores: João Faria da Silva e Domingos Alves Fontes Fim: Quitação da legítima de sua mulher Ana Antonia de Brito


Data: 6-4-1777 Local: Carrancas Outorgante: Amaro Gonçalves Chaves Procuradores: João de faria e Silva e Domingos Alves Fontes Fim: Quitação da Legitima de sua mulher Luiza Tereza de Brito


DECLARAÇÃO – que faz Manoel Joaquim de Andrade Data: 12-12-1776 Local: Carrancas Testemunhas: Estevão Paulo de Melo e Felipe Alves ? de Ribeiro Fim: quitação da legitima que lhe coube por morte de seu pai Antonio de Brito Peixoto


CERTIDÕES DE BATISMO


De Manoel Joaquim de Andrade ... nele a folha 69 achei o assento do teor e forma seguinte : Aos 8 dias do mês de dezembro de mil setecentos e cincoenta nesta Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição das Carrancas batizei e pus os Santos Óleos a Manoel filho legitimo de Antonio de Brito Peixoto natural da cidade de Braga e de sua mulher Maria de Moraes natural da vila de São João del-Rei da Freguesia de Nossa Senhora do Pilar e nasceu em quatorze de novembro do dito ano. Foram padrinhos Simão de Oliveira, morador na Ibituruna e madrinha Maria da Conceição, e para constar fiz este assento, era ut supra.


De José de Andrade Peixoto ... a folha cento e quinze verso se acha o assento ... teor e forma seguinte : Aos vinte e tres dias do mes de Setembro de mil setecentos e trinta e tres na Capela de São Miguel do Cajurú o Padre Miguel leitão Soares batizou e pos os Santos Óleos a José filho de Antonio de Brito Peixoto e de sua mulher Maria de Moraes, foram padrinhos José Gomes Branquinho e Ana Pires mulher de Antonio Vieira de Moraes todos moradores neta freguesia. O Coadjutor Manoel da Costa


De Jerônimo de Andrade Brito ... a folha 52 achei um assento do teor seguinte : Aos dezenove dias do mes de outubro de mil setecentos e quarenta nesta Igreja Paroquial de Nossa Senhora da Conceição das Carrancas batizei solenemente e pus os Santos Oleos a Jeronimo filho legitimo de Antonio de Brito Peixoto e de Maria de Moraes (...) foram padrinhos Simão de Oliveira da vila de São João del-Rei, Maria Alves Barbosa das Carrancas de que fiz este assento que (....) verdade assinei O vigario Manoel Roiz Ramos ... Passo o referido na verdade juro aos Santos Evangelhos. Lavras do Funil 10 de outubro de 1769. O Coadjutor Manoel Afonso da Cunha


Das gêmeas Maria e Angela ...a folha 39 achei um assento da maneira e teor seguinte : Aos cinco de abril de mil setecentos e trinta e oito nesta Matriz da Conceição das Carrancas batizei e pus os Santos Oleos a Maria e Angela filhas de Antonio de Brito e de sua mulher Maria de Moraes do Ribeirão do Bomsucesso desta Freguesia. Foram Padrinhos Francisco de Avila e sua mulher D. Maria da Porciúncula de que fiz este assento que por verdade assinei. O vigario Manoel Rodrigues Ramos.


FL 237 – Nome completo da Inventariante: Maria de Moraes Ribeira OBS : Aparecem com tutor dos órfãos Maria de Moraes e Manoel do Vale Ribeiro


Fonte: http://www.projetocompartilhar.org/DocsMgAF/antoniodebritopeixoto1750.htm


NASCIMENTO : - Filho de INÁCIO DE ANDRADE PEIXOTO e de CLARA DE BRITO (ou Silvéria de Brito).

FALECIMENTO : - Ver "Genealogia Mineira : Taveiras", AGB VOL VIII, 1946, Ary Florenzano, pág 184, item QN74.


Está também no site GeneAll: http://www.geneall.net/D/per_page.php?id=1047477 com uma longa sequência que chega a Carlos Magno, Hugo Capeto e Fernando I de Leão e Castela.

O Padre Joaquim Leonel de Paiva e Silva teve o seu processo "De Genere et Moribus" no Arquivo Eclesiástico da Arquidiocese de Mariana - AEAM (armário 06, pasta 0988). Neste processo, consta que ele era filho legítimo do Capitão Antônio de Paiva e Silva e de Anna Antônia de Brito, neto paterno de Domingos de Paiva (natural da Freguesia de Santa Maria Madalena, comarca de Chaves, arcebispado de Braga) e de Tomásia Maria da Silva (da Freguesia de Amora, Bispado de Évora), e neto materno de Antônio de Brito Peixoto (do Arcebispado de Braga) e de Maria de Moraes Ribeiro (da Freguesia de São João del Rei). Neste processo "De Genere", há também referência ao casamento dos avós maternos do Padre Joaquim Leonel: Em 10.06.1725, em casa do Capitão Luiz Marques, morador no Rio das Mortes Pequeno, em presença do reverendo vigário da matriz de Nossa Senhora do Pilar, com as disposições do Concílio Tridentino, sem impedimentos, casaram-se Antônio de Brito Peixoto, filho legítimo de Inácio de Andrade Peixoto e de Elena de Brito, naturais da cidade de Braga, e dona Maria de Moraes Ribeiro, filha do Capitão André do Valle Ribeiro, natural do Reino de Portugal, e de Teresa de Moraes, natural da cidade de São Paulo. Foram testemunhas o Sargento-mor Antônio de Moraes Godoy e o Capitão João Monteiro Santiago. Assinou o Padre Antônio Moreira de Sá. Maria de Moraes Ribeiro foi batizada em 15.03.1711 (um dos livros, folha 7 verso), e foram seus padrinhos o Capitão [...] João Anta Antunes e Francisca de Macedo. Assinou o Vigário Estêvão Collaço.

Antônio de Brito Peixoto tem o seu inventário, de 1750, no Arquivo Histórico do Escritório Técnico do IPHAN, em São João del Rei, caixa 605, tendo como inventariante Maria de Moraes, a viúva. Eles eram fazendeiros em Carrancas, MG. Ele faleceu deixando bens, a viúva e 9 filhos: Teresa Maria da Conceição, casada com Simão de Oliveira Pereira; José, solteiro, de idade de 16 anos; Jacinta, de 14 anos; Maria, de 12 anos; Ângela, com a idade de 12 anos (não vimos anotação de que Maria e Ângela eram gêmeas, mas assim o foi escrito por Flávio Marcos Passos, que fez uma transcrição para o Projeto Compartilhar); Jerônimo, com 10 anos; Dorotea, com 6 anos; Anna Antônia de Brito, que estava com a idade de 4 anos; e Luíza, que parece que estava com idade entre 1 e 2 anos.

Há mais informações no Projeto Compartilhar, excelente trabalho de Bartyra Sette e de Regina Moraes Junqueira.

view all 14

António de Brito Peixoto's Timeline

1729
1729
Carrancas, Minas Gerais, Brazil
1733
September 23, 1733
Carrancas, Minas Gerais, Brazil
1734
1734
Minas Gerais, Brazil
1736
1736
1738
April 5, 1738
Carrancas, Minas Gerais, Brazil
1738
Carrancas, Minas Gerais, Brazil
1740
October 19, 1740
Minas Gerais, Brazil
1745
January 5, 1745
Minas Gerais, Brazil
1748
1748
Minas Gerais, Brazil