Arnaud de Holanda

Is your surname de Holanda?

Research the de Holanda family

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

About Arnaud de Holanda

As origens de Arnau são fruto de controvérsia, visto que o genealogista Borges da Fonseca o identifica como filho do barão alemão Hendrick van Rhijnburg com uma tal Margaretha Florenz Boeyens, irmã do Papa Adriano VI, endossando assim as afirmações do padre António Carvalho da Costa em sua obra Corografia Portuguesa. Há, contudo, problemas históricos no que tange a essa informação, afinal o referido Papa Adriano teve apenas irmãos e nenhuma irmã, e o tal barão Hendrick não tem existência documentada. Ademais, conforme aponta o historiador Evaldo Cabral de Mello, causa estranheza que o suposto filho de um barão e sobrinho-neto de um Papa jamais tenha arvorado para si tal origem[2]. Segundo o historiador Carlos Xavier Paes Barreto, o genealogista Sanches Baena atribui a paternidade de Arnau ao mercador judeu holandês Jacob de Holanda[3], hipótese também sustentada pelo genealogista Francisco Dória[4].

Arnau e Brites deixaram vasta descendência nas terras da Região Nordeste do Brasil, de modo que diversos pernambucanos descendem deste casal. Vários dos filhos e netos do casal aparecem como depoentes na primeira visita da Inquisição ao Brasil, sobretudo em decorrência da proximidade da família com a marrana portuguesa Branca Dias. Da união de Arnau com sua esposa, Brites Mendes de Vasconcelos, nasceram[5]:

  • Agostinho de Holanda, que se casou com Maria de Paiva, neta da judia portuguesa Branca Dias;
  • Adriana de Holanda, que se casou com Christoph Linz von Dorndorf, primogênito de Sebald Linz von Dorndorf;
  • Anna de Holanda;
  • Inês de Góes e Vasconcelos;
  • Isabel de Holanda, casada com Antônio Cavalcanti de Albuquerque, descendente de Jerônimo de Albuquerque;
  • Maria de Holanda, casada com o colonizador português Antônio de Barros Pimentel;
  • Antônio de Holanda.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Imigrantes europeus que se casaram no Brasil com numerosa descendência conforme: http://www.geneall.net/W/per_page.php?id=281599

Para a ascendência, ver também: http://www.araujo.eti.br/familia.asp?numPessoa=40736&dir=genxdir/

Arnaud de Holanda (* Holanda, Utrecht + Brazil, Pernambuco 24.06.1614)

Parents: Heinrich van Holand, baron de Rhenoburg and Margarida Florentz Boeyens

Marriage in Brazil, Pernambuco with Brites Mendes de Vasconcelos (* c. 1525)

Children:

  1. Cristovão de Holanda e Vasconcelos (* 02.06.1614) married Catarina (ou Filipa) de Albuquerque
  2. António de Holanda Vasconcelos married Felipa de Albuquerque Cavalcanti
  3. Agostinho de Holanda de Vasconcelos (* 1542) married Maria de Paiva
  4. Adriana de Holanda married Cristóvão Lins
  5. Brites ou Isabel de Vasconcelos married António Cavalcanti de Albuquerque
  6. Inês de Goes married Luís do Rego de Barros
  7. Ana de Holanda (* c. 1570) married João Gomes de Melo
  8. Maria van Holland married António de Barros Pimentel

outra fonte: "Bravos Sertanejos do Seridó - Famílias de Portugal e do Brasil - Os Dantas Corrêa e os Ribeiro Dantas" de Paulo M. Assis Brazil - Sebo Vermelho edições - Natal, 2002.


ASCENDÊNCIA DE ARNAU DE HOLANDA Diz Borges da Fonseca - “Nobiliarquia Pernambucana” , vol. I, pag.307: “Arnau de Holanda, natural de Utrecht, que foi um dos homens nobres que acompanharam Duarte Coelho Pereira, dizem as memórias que dele se conservam, que era sobrinho do Papa Adriano VI, que subiu à cadeira de São Pedro em 9 de janeiro de 1532 e faleceu a 14 de setembro de 1533, com um ano, oito meses e seis dias de pontificado, no qual - edificare sion insanguinibus nolebat - a qual notícia se conforma com a que nos dá o Padre Antônio de Carvalho da Costa, na sua Corografia Portuguesa, na qual afirma fora filho de Henrique de Holanda,Barão de Rhenoburg, e de Margarida Florência, irmã do dito Papa.” Essa era a versão corrente, na época em que Borges da Fonseca escreveu sua “Nobiliarquia Pernambucana”. Atualmente já foi constatado que o Papa Adriano VI não teve irmã mas, apenas, dois irmãos: CLASS e JAN. Eram filhos de Floris Boyens e de Gertrudes (Gertruyt). O padre holandês, Frans Leonard Schalkwigk, em extensa pesquisa enviada ao dr. Reinaldo Carneiro Leão, datada de Hoogerheide, 2-3-1989, diz, inicialmente: “(...) Trabalhei, basicamente, em três lugares: a) Gemeente Archief Utrecht (GAU), o arquivo da cidade de Utrecht, onde as informações mais importantes foram localizadas nos “Transportenbokjes” contendo dados sobre transferências, etc, e no “Klapper op de burgers van de stad Utrecht”, contendo, com referências, os nomes dos cidadãos, entre 1306- 1579. Os documentos consultados encontram-se em ótimo estado de conservação ou restauração. b) no Rijks Archief Utrecht (RAU) pesquisei, ocasionalmente, o “Testamentenklapper”, relação de documentos notariais, da época; c) no “Centraal Bureau voor Genealogie” (CBG) , na Haia, os livrinhos sobre a nobreza na Holanda, a documentação sobre a família Dedel, inclusive sobre Adriano VI; d) vários dicionários biográficos e livros, e mapas antigos de Utrecht;” 20 Em seguida diz que localizou ONZE MARGARIDAS e TRÊS ARNOLDOS. Proseguindo, descreve, minunciosamente, todas as MARGARIDAS encontradas, num extraordinário trabalho, de verdadeiro pesquisador, tanto na família DEDEL como BOEYENS/FLORISZ. Encontrou, também, várias GERTRUDES que era o nome da mãe do Papa. Justificando a dificuldade de sua pesquisa, diz o autor que: “(...) Os livros de falecimentos, antes de 1623, se perderam, os dos casamentos, antes de 1590, e os batismos, antes de 1583”. Os dados que foram achados, encontram-se em documentos de transferências (transporten), de propriedades, anotações notariais sobre heranças, decisões judiciais, cartas, etc., documentos que falam, somente, das pessoas diretamente envolvidas. E, adiante: “(...) os DEDEL eram considerados “nobres”, como o próprio nome indica (d’Edel - o nobre), enquanto os BOEYENS-FLORENSZ eram burgueses, cidadãos conhecidos de Utrecht”, e mais “ (...) que os BOEYENS haviam prosperado enquanto os DEDEL haviam empobrecido. Na realidade não há uma conclusão documental na pesquisa mas, há possibilidade de MARGARIDA FLORENÇA ser filha de CLASS, irmão do Papa Adriano VI, e se ter casado com “Hendrick van Rijnsburg, que era do Estado da Holanda, perto de Leiden, e seu filho, Arnoldd Hendricksz, nascido, provavelmente na virada do século (...)” No caso de MARGARIDA ser filha de CLASS, então ARNAU seria, na realidade, sobrinho do Papa porém em segundo grau.

view all 13

Arnaud de Holanda's Timeline

1515
1515
Utrecht, Netherlands
1541
1541
Brazil
1542
1542
Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco, Brazil
1542
1542
Olinda, Pernambuco, Brasil
1557
1557
Pernambuco, Brazil
1561
1561
Olinda, PE, Brasil
1566
1566
Recife, Pernambuco, Brazil
1570
1570
Olinda, Pernambuco, Brasil
1614
June 24, 1614
Age 99
Olinda, Pernambuco, Brazil