Cândido José de Araújo Viana, Visconde e Marquês de Sapucaí

Is your surname de Araújo Viana?

Research the de Araújo Viana family

Cândido José de Araújo Viana, Visconde e Marquês de Sapucaí's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Cândido José de Araújo Viana, Visconde e Marquês de Sapucaí

Also Known As: "Marquês de Sapucaí"
Birthdate:
Birthplace: Nova Lima, Minas Gerais, Brazil
Death: Died in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Immediate Family:

Son of Manoel de Araújo da Cunha and Mariana Clara Vianna
Husband of Ana Efigénia Vieira de Ramalho
Father of Américo de Araújo Viana; Cândido José de Araújo Vianna; Maria Cândida de Araújo Viana; Ernesto Augusto de Araújo Vianna; Januária Leopoldina de Araújo Vianna and 2 others
Brother of José Júlio de Araújo Viana; Francisco de Paula Alvarenga; Basílio Maria de Araújo Viana; Silvério Augusto de Araújo Viana; Delfina Maria de Alvarenga and 2 others

Occupation: Marquez de Sapucahy
Managed by: Carla Assenheimer (C)
Last Updated:

About Cândido José de Araújo Viana, Visconde e Marquês de Sapucaí

Cândido José de Araújo Viana, primeiro e único Visconde com Grandeza e Marquês de Sapucaí (Nova Lima, então Congonhas de Sabará, 15 de setembro de 1793 — Rio de Janeiro, 23 de janeiro de 1875) foi um juiz de fora, desembargador e político brasileiro.

Foi ministro da fazenda e ministro da justiça, conselheiro de estado, deputado geral, presidente de província e senador de 1840 a 1875, eleito pela província de Minas Gerais. Ocupou a presidência do senado de 1851 a 1853.

Bacharel em direito, foi deputado constituinte em 1823 e deputado geral representando Minas Gerais por três mandatos. Ocupou as presidências das províncias de Alagoas e do Maranhão. Foi ainda procurador da coroa, fiscal do tesouro e ministro do Supremo Tribunal de Justiça, ministro da fazenda e nomeado membro extraordinário do Conselho de Estado a partir da data de sua criação.

Em 1839, foi nomeado mestre de literatura e ciências positivas de D. Pedro II (então herdeiro do trono); posteriormente, também cuidou da educação da Princesa Isabel. Como Ministro do Império no segundo Gabinete conservador (1841-1843), referendou a lei que dava aos senadores o solene tratamento de "Sua Excelência".

Condecorado como dignitário da Imperial Ordem de Cristo e da Rosa, além de Grã-Cruz da Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito e da Legião de Honra. Recebeu do imperador o título de visconde em 1854 e de marquês em 1872. Era do Conselho de Sua Majestade, Gentil-Homem da Imperial Câmara e Fidalgo Cavaleiro da Casa Imperial.

Fonte: WP


Cândido José de Araújo Viana, Visconde e Marquês de Sapucaí, nascido a 15.09.1793, na freguesia de Nossa Senhora do Pilar (3.º, 135v), Vila Nova Lima, (atual Cidade de Nova Lima), Congonhas de Sabará, Minas Gerais - bat. 21.09, e falecido a 23.01.1875, na Rua do Conde d'Eu n.º 144, no Rio de Janeiro. Foi sepultado, no dia seguinte, em jazigo do Cemitério de São Francisco de Paula (Catumbi), tornado perpétuo, na sessão do dia 9 de Novembro de 1875, em gratidão aos seus serviços. Por ocasião do seu batizado e, durante algum tempo, assinava-se CANDIDO CARDOSO CANUTO DA CUNHA. Aos 13 anos de idade, passou a chamar-se, com o consentimento de seu pai, Candido José de Araújo Viana.

Magistrado. Em 1816 seguiu para Portugal, a fim de seu matricular no Curso jurídico da Universidade de Coimbra, o que fez a 16 de Outubro de 1816. Bacharel em Direito a 09 de Junho de 1821. Foi aprovado por todos os professores em "Procedimento e Costumes”; recebeu “muito bom” de um professor e “bom” de sete em Merecimento Literário, e aprovado por todos em Prudência, Probidade e Desinteresse.

Ajudante das ordenanças do termo de Sabará, por despacho do príncipe regente, pouco depois rei D. João VI (09/02/1815). Bacharel em Direito, pela Universidade de Coimbra (09/06/1821). Provedor de Capelas e resíduos do termo e Comarca de Sabará, Minas Gerais, por nomeação de 17/11/1821. Juiz de fora de Mariana, Minas Gerais, por decreto de 19/12/1821. Deputado à Constituinte por Minas Gerais, de 03/05/1823 a 11/11/1823. Reconduzido para o lugar de Juiz de Fora de Mariana (10/11/1825). Deputado à Assembléia Geral Legislativa, na 1ª Legislatura, por Minas Gerais, de 08/05/1826 a 03/09/1829. Foi dispensado do lugar que servia para entrar no exercício de Desembargador da Relação de Pernambuco ou Maranhão, por Decreto de 17/10/1826. Nomeado Presidente da Província de Alagoas a 13/11/1826. Desembargador Ordinário da Relação de Pernambuco, por Alvará de 17/05/1827. Nomeado Presidente da Província do Maranhão a 17/09/1828. Deputado à Assembléia Geral Legislativa, na 2ª Legislatura, por Minas Gerais, de 03/05/1830 a 06/10/1833. Desembargador da Relação da Bahia a 04/10/1832. Ministro da Fazenda e Ministro da Justiça no 3º Gabinete da Regência Trina Permanente. Deputado à Assembléia Geral Legislativa, na 3ª Legislatura, por Minas Gerais, de 03/05/1834 a 15/10/1837. Presidente da Câmara dos Deputados - RJ, em 1838. Deputado à Assembléia Geral Legislativa, na 3ª Legislatura, por Minas Gerais, de 03/05/1838 a 28/10/1839. Senador por Minas Gerais, de 13/04/1840 a 23/01/1875. Ministro do Império, no 2º Gabinete do II Império (D. Pedro II), de 23/03/1841 a 19/01/1843. Desembargador da Relação do Rio de Janeiro. Nomeado Ministro do Supremo Tribunal de Justiça, por Dec. De 22/05/1846. Secretário do Conselho de Estado em 1851. 12º Presidente do Senado, de 04/01/1851 a 07/05/1854. Aposentado a 12/09/1860.

Teve mercê do Hábito da Ordem de Cristo, por Decreto de 12/10/1826. Oficial da Imperial Ordem do Cruzeiro (18/10/1829). Conselheiro efetivo da Casa Real por Carta de 29/01/1833. Nomeado Mestre de Literatura e de Ciências positivas do Imperador, D.Pedro II, a 11/01/1837. Sócio fundador do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, desde 01/12/1838. Teve mercê do Hábito da Ordem da Rosa a 18/07/1841. Gentil Homem da Imperial Câmara antes de 1844. 9. Eleito presidente perpétuo do Instituto Histórico, a 12/08/1847. Conselheiro de Estado Extraordinário (2º Conselho), a 14/09/1850. Visconde de Sapucaí, com grandeza, a 02/12/1854. Nomeado Conselheiro de Estado Ordinário, a 20/08/1859. Nomeado testemunha do casamento de Imperador, a 12/12/1864. Cavaleiro da Ordem da Rosa a 23/05/1871. Elevado a Marquês De Sapucaí a 15/10/1872. Cavaleiro da Ordem de Cristo. Fidalgo da Casa Imperial. Moço Fidalgo da Casa Real. Dignatário da Ordem de Cristo. Dignatário da Ordem da Rosa. Dignatário da Imperial Ordem do Cruzeiro. Grã Cruz da Ordem da Legião de Honra da França. Grã-Cruz da Ordem da Torre e Espada do Valor. Lealdade e Mérito, de Portugal. Grã-Cruz da Ordem de São Januário de Nápoles. Grã-Cruz da Ordem da Ernestina da casa Ducal de Saxe Coburgo Gotha. Grão Mestre honorário do Grande Oriente do Vale do Lavradio (Maçonaria). Grande do Império (Fonte: Carlos Eduardo de Almeida Barata – Os Presidentes do Senado no Império, 1997).

Casado a 22.05.1822, no Rio de Janeiro, com Ana Efigênia Vieira de Castro Ramalho, nascida em 1807, em Cedofeita, Porto, Portugal, e falecida a 08.09.1876, na rua Príncipe dos Cajueiros nº 192, no Rio de Janeiro. Sepultada no dia seguinte, no Cemitério de São Francisco de Paula (Catumbi), sendo exumada e recolhida ao carneiro perpétuo nº 6.800 de seu marido. Filha de Luiz de Siqueira Ramalho e de Ana Angélica de Castro.

Pais de:

I-1.

Américo José de Araújo Viana, nasc. a 03.03.1823, no Rio de Janeiro, e fal. a 31.08.1839, no Rio de Janeiro - sepult. na Igreja de São Francisco de Paula

I-2.

Candido José de Araújo Viana, bat. a 11.03.1824, em Mariana (Sé), Minas Gerais, e fal. a 28.10.1891, no Rio de Janeiro. Sepultado no dia seguinte no Cemitério de São Francisco de Paula (Catumbi). Moço Fidalgo da Casa Imperial. Em 1867, residia na praça Onze de Junho, 26, e, em 1876, residia com seu pai, à rua do Engenho Novo, Rio de Janeiro. Casado a 22.04.1841, no Rio de Janeiro, com Antonia Carlota da Câmara de Bitencourt, nasc. em 1824, em Minas Gerais, e fal. a 22.05.1903, no Rio de Janeiro, filha de Luiz José Fernandes de Oliveira e de Maria Madalena da Camara. Com geração.

I-3.

Maria Cândida de Araújo Viana, bat. a 02.02.1825, em Mariana, Minas Gerais (Sé de Mariana), e fal. a 22.07.1904, no Rio de Janeiro. Sepultada no Cemitério do Caju. Dama da Cote. Residente, em 1867, na rua do Resende, 35A e, em 1876, na rua do Príncipe dos Cajueiros, nº100. Casada a 02.02.1856, no Rio de Janeiro, com Carlos Honório de Figueiredo, nasc. em 1823, no Recife (Sacramento da Boa Vista), Pernambuco, e fal. a 27.06.1881, na rua Senador Pompeu, 192, Rio de Janeiro. Sepultado no Cemitério do Caju. Bacharel em Direito pela Academia de Olinda, em 1843. Filho de Joaquim Bernardo de Figueiredo e de Isabel Joaquina de Souza. Com geração.

I-4.

Ernesto Augusto de Araújo Viana, nasc. a 11.07.1827, no Rio de Janeiro (Engenho Velho), e fal. a 16.05.1861, no Rio de Janeiro, vítima de tuberculose, na Rua do Rocio Pequeno, 28. Sepultado no Cemitério do Caju. Casado a 19.07.1851, no Rio de Janeiro, em residência da mãe da noiva, com Mariana Luiza da Cunha Vasconcelos, bat. a 15.05.1824, no Rio de Janeiro, e fal. a 05.05.1895, no Rio de Janeiro, na rua Clara de Barros, 2-A - sepult. no Cemitério do Caju. Filha de João Inácio da Cunha, barão e visconde de Alcântara, senador e Ministro do Supremo Tribunal, e de Violante Maria Luiza de Vasconcelos. Com geração.

I-5.

Manuel de Araújo Cunha, nasc. em 1829, em São Luiz do Maranhão, e fal. a 07.05.1882. Bacharel em Letras na 6.ª Turma do Colégio Pedro II, em 1848. Bacharel em Direito pela Academia de São Paulo, em 1853. Juiz da Provedoria. Desembargador. Moço Fidalgo da Casa Imperial. Casado a 24.11.1861, no Rio de Janeiro, com sua prima Joana de Araújo Coutinho Viana, nasc. em 1846, no Rio de Janeiro, e fal. a 27.12.1921, no Rio de Janeiro, filha de João de Araújo Coutinho Viana e de Maria José da Silva Leite. Com geração.

I-6.

Januária Leopoldina de Araújo Viana, nasc. a 20.09.1833, no Rio de Janeiro, e fal. a 01.05.1861, no Rio de Janeiro, solteira. Sepultada no Cemitério de São Francisco de Paula (Catumbi).

I-7.

Constança Maria de Araújo Viana, nasc. a 27.05.1837, no Rio de Janeiro (São José), onde fal. a 04.09.1855 – sepultada no Cemitério do Catumbi, em 4 de Setembro, em jazigo, carneiro número 3867.

I-8.

Constança Mariana de Araújo Viana, nasc. a 27.05.1837, no Rio de Janeiro (São José), e fal. a 04.09.1855, no Rio de Janeiro, no estado de solteira. Sepultada no Cemitério de São Francisco de Paula (Catumbi).

view all

Cândido José de Araújo Viana, Visconde e Marquês de Sapucaí's Timeline

1793
September 15, 1793
Nova Lima, Minas Gerais, Brazil
1823
March 3, 1823
Age 29
Rio de Janeiro, State of Rio de Janeiro, Brazil
1824
March 11, 1824
Age 30
Mariana, Minas Gerais, Brazil
1825
May 2, 1825
Age 31
Mariana, Minas Gerais, Brazil
1827
April 5, 1827
Age 33
Sabará, Minas Gerais, Brazil
1833
September 20, 1833
Age 40
Rio de Janeiro, State of Rio de Janeiro, Brazil
1837
May 27, 1837
Age 43
Rio de Janeiro, State of Rio de Janeiro, Brazil
1855
1855
Age 61
Brazil
1875
January 23, 1875
Age 81
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil