Is your surname Alcolumbre Tobelem?

Research the Alcolumbre Tobelem family

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

David Samuel Alcolumbre Tobelem

Birthdate:
Birthplace: Macapá, Macapá, Amapá, Brazil
Immediate Family:

Son of Private and Private
Brother of Private and Private

Occupation: comerciante e político
Label: Origem Sefardita
Managed by: Ana Toledo
Last Updated:
view all

Immediate Family

    • Private
      parent
    • Private
      parent
    • Private
      sibling
    • Private
      sibling

About Davi Alcolumbre

Davi Alcolumbre Presidente do Senado Federal do Brasil

  • Dados pessoais
  • Nascimento 19 de junho de 1977 (41 anos)
  • Macapá, Amapá
  • Partido DEM
  • Religião judaísmo
  • Profissão comerciante

David Samuel Alcolumbre Tobelem, ou apenas Davi Alcolumbre (Macapá, 19 de junho de 1977) é um político brasileiro filiado ao Democratas. É senador pelo Amapá e, no biênio 2019-2020, também é o presidente do Senado e do Congresso Nacional do Brasil.[1]

Foi vereador em Macapá de 2001 a 2003, quando ainda era filiado ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). Em 2002 foi eleito deputado federal pelo estado do Amapá, sendo reeleito em 2006 e 2010. Atualmente é filiado ao Democratas, partido do qual faz parte do diretório nacional e também do conselho político do movimento jovem.

Davi Alcolumbre foi candidato ao senado nas eleições de 2014, sendo eleito com 36,26% dos votos, vencendo o favorito ex-senador Gilvam Borges. Assumiu o mandato no do dia 1 de fevereiro de 2015.[2][3] É um dos 13 senadores que não possuem nível superior.[4]

Em 2015 foi eleito presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo do Senado Federal.[5]

Em julho de 2017 votou contra a cassação de Aécio Neves no conselho de ética do Senado.[6]

Em outubro de 2017 votou a favor da manutenção do mandato do senador Aécio Neves, derrubando decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal no processo onde Aécio era acusado de corrupção e obstrução da justiça, por solicitar dois milhões de reais ao empresário Joesley Batista.[7][8]

Em 2019, por ser o único remanescente da mesa diretora anterior do Senado, iniciou na presidência da casa e, em 1 de fevereiro, presidiu a sessão que escolheria o novo presidente, na qual a principal disputa era entre ele próprio (apoiado pelo chefe da Casa Civil Onyx Lorenzoni, do seu partido, DEM[9]%29 e o senador Renan Calheiros, do MDB.[10]

No dia 2 de fevereiro, o senador Davi Alcolumbre foi eleito em primeiro turno, com 42 votos, como o novo presidente do Senado Federal, graças ao apoio dos opositores de Renan Calheiros e de parte da base do governo Jair Bolsonaro.[11]

Davi Alcolumbre é judeu.[12]

WP


view all

Davi Alcolumbre's Timeline

1977
June 19, 1977
Macapá, Macapá, Amapá, Brazil