Francisco Pinto Guedes Alcoforado

Is your surname Pinto Guedes Alcoforado?

Research the Pinto Guedes Alcoforado family

Francisco Pinto Guedes Alcoforado's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Francisco Pinto Guedes Alcoforado

Birthdate:
Birthplace: Sedielos, Vila Real, Portugal
Death: Died in São Paulo, São Paulo, State of São Paulo, Brazil
Immediate Family:

Son of João Pereira da Fonseca and Catarina Guedes
Husband of Ana DE de Morais; Maria Missel and Mariana de Camargo
Partner of NN
Father of Apolonia; Francisco Pinto Guedes; José Pinto Guedes Alcoforado; Mariana de Camargo; Maria de Camargo and 6 others
Brother of Baltazar da Fonseca; João Pinto Guedes and Manoel Pinto Guedes

Occupation: Capitão
Managed by: Nivea Nunes Dias
Last Updated:

About Francisco Pinto Guedes Alcoforado

SAESP – Inventário de Francisco Pinto Guedes Alcoforado: Aos 16/03/1702, nesta vila de São Paulo, em as casas de morada onde faleceu Francisco Pinto Guedes Alcanforado, estando aí presente a cabeça de casal inventariante Mariana de Camargo – pela dita viúva foi declarado que lhe ficaram 10 filhos: Antonio Pinto, casado; José Pinto, de 26 anos; Maria de Camargo, casada com Manuel Álvares; Mariana de Camargo, de 18 anos; Mécia de Morais, de 15 anos; Catarina Guedes, de 12 anos; Baltasar, de 10 anos; João, de 9 anos; Bartolomeu, de 8 anos; Francisco, de 6 anos; e que o dito Francisco Pinto falecera aos 15/11/1701, e fizera testamento – fazenda de raiz: uma morada de casas de 2 lanços com seu corredor e quintal, de taipa de pilão, cobertas de telha, que de uma banda partem com casas de Henrique Soares, e da outra com casas dos religiosos de Nossa Senhora do Carmo desta vila, e as ditas casas estão defronte a Santo Antonio, as quais casas houveram por título de compra que não sabe a inventariante de quem; uma morada de casas de um lanço, cobertas de telha com seu corredor ... de taipa de pilão, que de uma banda partem com casas de Domingos Rodrigues Moreira, e da outra com casas de Manuel Álvares, as quais houveram por título de compra de Antonio Ribeiro Lima; um sítio cercado de valo com casas de 3 lanços de taipa de pilão, cobertas de telha, em a paragem chamada Piratininga, que houveram por título de compra de Antonio Ribeiro Lima; um sítio na paragem chamada Juqueri-Mirim, com casas de 3 lanços, com sua tacanista, cobertas de telha, paredes de mão, e outra de 2 lanços cobertas de telha, paredes de mão, com suas benfeitorias, e as terras que constar pelas escrituras – entre as dívidas: este casal estaria devendo a Antonio Pinto Guedes, herdeiro nesta fazenda, da legítima que lhe coube por morte da defunta sua mãe, segundo matrimônio que este defunto teve, 135.500 réis, como consta do inventário que por morte da dita sua mãe se fez – peças deste casal: 36 almas de sua administração, do gentio da terra de cabelo corredio, de que era administrador o defunto: Estácio, de 70 anos, solteiro; Sofia, de 70 anos, solteira; Romana, de 50 anos, solteira; Feliciana, de 50 anos, solteira; seus filhos Vitorino, de 9 anos, Domingas, de 15 anos; Ventura, de 50 anos, solteira; Ponciano, seu filho, de 9 anos, Álvara, sua filha, de 11 anos, Miguel, seu filho, de 9 anos; Vicente, de 60 anos, casado; Lucinda, sua mulher, de 40 anos; Marcelino, seu filho, de 8 anos, Frutuosa, sua filha, de 16 anos, ..., de 18 anos; Agostinho, de 70 anos, casado; Tomásia, sua mulher, de 50 anos; seus filhos Manso, de 12 anos, Gonçalo, de 9 anos, Ursulino, de 8 anos; Jacinto, de 40 anos, casado; Antonia, sua mulher, de 50 anos; Siprescia, sua filha, de 24 anos, solteira; Leandro, de 17 anos, casado; Páscoa, sua mulher, de 15 anos; Simão, de 20 anos, solteiro; Leonardo, de 17 anos, solteiro; Matias, de 40 anos, casado; Celestina, sua mulher, de 50 anos; Constança, solteira, de 40 anos; Silvana, de 20 anos, solteira, pagã; Ana, de 40 anos, solteira; Adriana, filha, de 2 anos; Faustino, solteiro, de 10 anos – termo de concerto: foi dito por Antonio Pinto que por ser esta a última partilha em que herdava, cedia de algum direito que tinha ou pudesse ter para o que se tinham concertado em que lhe tinham largado o sítio de Juqueri, com todas as terras pertencentes a ele, assim de matos, capoeiras, campos, que por qualquer título pertença ao dito sítio, o qual herdava e levava pela avaliação, pagando-se primeiro nele de 135.500 réis que esta fazenda lhe era a dever da legítima que lhe ficou por morte de sua mãe Maria Missel, resto de maior quantia, e assim mais de herança 79.647 réis, que tantos lhe coube por morte de seu pai, o Capitão Francisco Pinto, e repôs o dito Antonio Pinto 84.853 réis que ia de mais no dito sítio – treslado do testamento do Capitão Francisco Pinto Guedes (12/04/1701): eu, Francisco Pinto Guedes – peço e rogo ao meu compadre, o ouvidor João Dias da Silva, e a minha mulher Mariana de Camargo, e a meu filho José Pinto, e a meu genro Manuel Álvares Monteiro queiram ser meus testamenteiros, em 1º lugar o dito meu compadre e ouvidor João Dias da Silva e a dita minha mulher Mariana de Camargo, em 2º lugar a meu filho José Pinto e a meu genro Manuel Álvares Monteiro, e sendo caso que Deus não permita, peço e rogo a meu sobrinho Luís Porrate Penedo o queira ser – meu corpo será sepultado na igreja de meu padre São Francisco, na capela da Ordem Terceira da Penitência, como filho que sou dela, na sepultura onde estão sepultados três anjinhos meus filhos – acompanhará meu corpo à sepultura os religiosos de Nossa Senhora do Monte do Carmo – peço ao Senhor Provedor e irmãos da mesa da Santa Casa da Misericórdia acompanhem a meu corpo na sua tumba, e toda a irmandade, e com a bandeira da Santa Casa, como irmão dela que sou – me mandem dizer por meu pároco 50 missas – me mandem dizer 50 missas no convento de meu padre São Francisco da vila de São Paulo – me mandem dizer no convento do Patriarca São Bento 20 missas pelas almas da minhas obrigações mais chegadas – me mandem dizer 20 missas no convento de Nossa Senhora do Carmo da vila de São Paulo – me mandem dizer no Colégio da vila de São Paulo 6 missas pela minha alma e peço aos Reverendos Padres da Companhia de Jesus obrem e façam por minha alma toda aquela obrigação que eu mereço por irmão da Companhia assim e da mesma sorte que eu obrara e fizera pelos mesmos religiosos como meus irmãos que são – declaro que sou natural do Reino de Portugal, de Entre-Douro-e-Minho, Bispado da cidade do Porto, nascido no concelho de Penaguião, no lugar de Sermelha, freguesia de Nossa Senhora de Sedielos, f.l. de João Pereira da Fonseca Osório e Catarina Guedes, já defuntos – declaro que fui casado 3 vezes na vila de São Paulo: a primeira vez com Ana de Morais, f.l. de Baltasar de Morais e sua mulher que a não nomeio porque a não alcancei, do qual matrimônio tive um filho que Deus levou de 2 anos; a segunda com Maria Missel, filha de Diogo Martins da Costa e Isabel Ribeiro de Alvarenga, do qual matrimônio tivemos um filho por nome Antonio Pinto, ao qual satisfiz a herança que lhe ficou de sua mãe, dando-lhe 318 mil réis; terceira vez fui casado com Mariana de Camargo, f.l. de Baltasar de Lemos de Morais e Maria Bueno de Camargo, já defuntos, do qual matrimônio tivemos 14 filhos, cinco que Deus levou de menor idade, e nove que são vivos, cinco machos e quatro fêmeas – casei minha filha Maria Guedes de Camargo com Manuel Álvares Monteiro – declaro que tenho uma filha bastarda por nome Apolônia, ainda donzela, a qual depois de eu casado com Mariana de Camargo a houve de uma negra minha, a qual negra levou o dito meu filho Antonio Pinto na sua terça, e assim mando e ordeno a todos os meus herdeiros, debaixo de minha maldição, que nenhum deles em nenhum tempo tenha que entender nem contender por meio de justiça alguma, tanto eclesiástica como secular, com a dita minha filha Apolônia, a qual deixo livre e isenta de toda a servidão de todo herdeiro meu, para que só quero que fique acompanhando e servindo a minha mulher Mariana de Camargo, tanto que por ser assim a vontade da dita minha filha Apolônia, como também a vontade minha, e assim peço a dita minha mulher pelo amor de Deus e por aquele amor com que sempre nos tratamos, a estime e a trate com todo aquele amor e caridade, como ela por mãe espiritual de pia o deve assim fazer, e assim mais procedendo ela como até aqui tem procedido, lhe dêem estado querendo a dita minha filha Apolônia por sua livre vontade e não constrangida a tomar estado – mando a meus testamenteiros que depois de meu falecimento vendam o meu hábito de terceiro por seu justo preço, e o procedido dele mando e ordeno se dê ao Padre Comissário para que diga em missas pelas almas de meus irmãos terceiros da Ordem Terceira da Penitência – mando também a meus testamenteiros que depois de meu falecimento vendam a minha opa juntamente com o saco por seu justo preço, e o procedido deles me mandem dizer em missas pelos meus irmãos do Senhor de suas almas – também mando aos ditos meus testamenteiros vendam o meu capote depois de meu falecimento por seu justo preço e o procedido dele em missas pelas almas de meus irmãos confrades de Nossa Senhora do Rosário – o remanescente de minha terça mando e ordeno se dê a minha filha Mariana de Camargo – 12/04/1701, Francisco Pinto Guedes – cumpra-se: 15/11/1701 – codicilio (27/08/1701): declaro se reparta igualmente pelas minhas 3 filhas solteiras, Mariana, Mécia e Catarina, herdeiras do remanescente da dita terça, e que neste mesmo remanescente entre o sítio de Piratininga – 27/08/1701, Francisco Pinto Guedes Alcanforado – cumpra-se: 15/11/1701.

Filho das primeiras núpcias com Ana de Moraes: 1- João, batizado em 02-03-1658 na Sé de São Paulo. Faleceu com 2 anos, conforme diz o testamento paterno. (Sé de São Paulo – Livro 0, fls. 118: João. Aos dous de março de 1658 ... Baptizei a João pus os Sanctos oleos filho de Franco Pinto Guedes e sua mai Ana de morais forão padrinhos mel Roiz de morais e Rufina de morais. Fr. João da Assumpção). Faleceu com 2 anos de idade, como diz o testamento do pai.


Filho das segundas núpcias com Maria Missel: 2- Antonio Pinto Guedes, capitão


14 filhos das terceiras núpcias com Mariana de Camargo, cinco falecidos em menoridade: 3- José Pinto Guedes Alcoforado, capitão § 3º 4- Maria Guedes de Camargo 5- Mariana de Camargo § 5º 6- Mécia de Moraes de Camargo § 6º 7- Catarina Guedes de Camargo 8- Baltazar, batizado em agosto de 1690 na Sé de São Paulo. Com 10 anos em 1702, não comparece no inventário materno. (Livro 00, fls. 239: em agosto de 1690 bat.– Baltazar, f. do ouvidor Francisco Pinto Guedes Alcoforado e Maria de Camargo – pp. ).


9- João Pinto Guedes, capitão 10- Bartolomeu Pinto Guedes 11- Francisco Pinto Guedes § 11º


Filha bastarda: 1b- Apolonia: “ainda donzela a qual depois de eu cazado com Mariana de Camargo aouve de hua negra minha aqual negra levou odito meu filho Antonio Pinto na sua terça e assim mando e ordeno a todos os meus herdeiros debaixo de minha maldição que nenhum delles em nenhum tempo tenha que emtender nem comtender por meyo de justissa algua tanto eclesiástica como secular com a dita minha filha Pelonia a qual deixo livre e izenta de toda a servidão de todo herdeiro meu pero que só quero que fique acompanhando e servindo a minha mulher Mariana de Camargo tanto que por ser assim a vontade da dita minha filha Pelonia como também vontade minha e assim pesso a dita minha molher pello amor de Deus e por aquelle amor com que sempre nos tratamos a estime e a trate com todo aquelle amor e carydade como ella por may espiritual de pia o deve assim fazer e assim mais procedendo ella como athe aqui tem procedido lhe dem estado querendo a dita minha filha Pelonia por sua livre vontade e não constrangida tomar estado”.

http://www.projetocompartilhar.org/Familia/cap2FranciscoPintoGuedesAlcoforado.htm

view all 16

Francisco Pinto Guedes Alcoforado's Timeline

1640
1640
Sedielos, Vila Real, Portugal
1683
1683
Age 43
1685
1685
Age 45
1695
1695
Age 55
São Paulo, São Paulo, State of São Paulo, Brazil
1701
November 15, 1701
Age 61
São Paulo, São Paulo, State of São Paulo, Brazil
????
????
????
????
????
Atibaia, Atibaia, São Paulo, Brazil