Laureano Correia e Castro, barão de Campo Belo

Is your surname Correia e Castro?

Research the Correia e Castro family

Laureano Correia e Castro, barão de Campo Belo's Geni Profile

Records for Laureano Correia e Castro

584 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Related Projects

Laureano Correia e Castro, barão de Campo Belo

Birthdate:
Birthplace: Paraíba do Sul, Rio de Janeiro, Brazil
Death: Died in Vassouras, Rio de Janeiro, Brazil
Immediate Family:

Son of Pedro Correia e Castro and Mariana das Neves Correia
Husband of Eufrasia Joaquina do Sacramento de Andrade
Father of Ana Esméria Correia e Castro; Francisca de Paula Correia e Castro; Mariana Correa e Castro; Lucio Correia e Castro; Antonio Batista Correia e Castro and 2 others
Brother of Pedro Correia e Castro, Barão do Tinguá; Antonio Correia e Castro; Mariana Correia e Castro; Francisca de Paula Correia e Castro and Jose Correia e Castro
Half brother of Ana Esméria de Pontes França

Occupation: Barão de Campo Bello
Managed by: Carla Assenheimer (C)
Last Updated:

About Laureano Correia e Castro, barão de Campo Belo

Laureano Correia e Castro, barão de Campo Belo (Paraíba do Sul, 1790 - Vassouras, 1861), foi um fazendeiro e político do século XIX cuja família teve importante participação na criação e primórdios das cidades de Vassouras e Paty do Alferes.

Biografia

Era filho de Pedro Correia e Castro e de Mariana das Neves Correia, que era viúva de José de Pontes França.

Casou-se aos aos trinta anos com sua sobrinha, Eufrásia Joaquina do Sacramento Andrade, filha de sua meia-irmã Ana Esméria de Pontes França, casada com o Capitão Cristovão Rodrigues de Andrade. Foi o primeiro presidente da Câmara Municipal da vila de Paty do Alferes criada em 1820. Depois mudou-se para a vila de Vassouras, onde tinha adquirido em 1821 as fazendas do Secretário e São Francisco do Tinguá.

Em 1833, foi eleito para a Câmara Municipal da recém-criada vila de Vassouras, para onde tinha sido transferida a sede municipal que havia em Paty do Alferes.

Foi coronel Comandante Superior da Guarda Nacional de Vassouras e Iguaçú. Lutou contra os escravos fugitivos na revolta de Manuel Congo em 1839.

Contratou o engenheiro alemão Júlio Frederico Koeler, que projetaria a vila e o palácio imperial de Petrópolis em 1843, para reformar a casa da sua fazenda do Secretário. Júlio Frederico Koeler construiu uma suntuosa casa de fazenda em estilo neoclássico cujas obras terminaram a em 1844. Os salões da casa foram decorados com afrescos do arquiteto e pintor catalão José Maria Villaronga. O jornalista e escritor francês Charles Ribeyrolles hospedou-se na casa da fazenda do Secretário em 1859 e descreveu o seu dono de forma muito simpática.[2] Nesta ocasião, o fotógrafo Victor Frond tirou duas fotografias da casa da fazenda, que posteriormente foram transformadas em litografias coloridas. A fazenda do Secretário possuia nesta época 365 escravos, fora as crianças, que viviam em 25 lanços de senzalas. A casa da fazenda do Secretário está hoje em boas condições de conservação e com poucas alterações depois de uma reforma que restaurou os afrescos pintados por José Maria Villaronga.

O título de barão de Campo Belo lhe foi concedido em 2 de dezembro de 1854 pelo imperador Pedro II. Tentou influenciar o imperador Pedro II para obter uma concessão de construção de ramal ferroviário entre o Rio de Janeiro e Vassouras.

Foi cavaleiro da Ordem de Cristo e comendador da Ordem da Rosa.

Fonte: WP


Laureano Correia e Castro, barão de Campo Belo (Paraíba do Sul, 1790 - Vassouras, 1861), foi um fazendeiro e político do século XIX cuja família teve importante participação na criação e primórdios das cidades de Vassouras e Paty do Alferes.

Biografia

Era filho de Pedro Correia e Castro e de Mariana das Neves Correia, que era viúva de José de Pontes França.

Casou-se aos aos trinta anos com sua sobrinha, Eufrásia Joaquina do Sacramento Andrade, filha de sua meia-irmã Ana Esméria de Pontes França, casada com o Capitão Cristovão Rodrigues de Andrade.

Foi o primeiro presidente da Câmara Municipal da vila de Paty do Alferes criada em 1820. Depois mudou-se para a vila de Vassouras, onde tinha adquirido em 1821 as fazendas do Secretário e São Francisco do Tinguá.

Em 1833, foi eleito para a Câmara Municipal da recém-criada vila de Vassouras, para onde tinha sido transferida a sede municipal que havia em Paty do Alferes.

Foi coronel Comandante Superior da Guarda Nacional de Vassouras e Iguaçú. Lutou contra os escravos fugitivos na revolta de Manuel Congo em 1839.

Contratou o engenheiro alemão Júlio Frederico Koeler, que projetaria a vila e o palácio imperial de Petrópolis em 1843, para reformar a casa da sua fazenda do Secretário. Júlio Frederico Koeler construiu uma suntuosa casa de fazenda em estilo neoclássico cujas obras terminaram a em 1844. Os salões da casa foram decorados com afrescos do arquiteto e pintor catalão José Maria Villaronga. O jornalista e escritor francês Charles Ribeyrolles hospedou-se na casa da fazenda do Secretário em 1859 e descreveu o seu dono de forma muito simpática.[2] Nesta ocasião, o fotógrafo Victor Frond tirou duas fotografias da casa da fazenda, que posteriormente foram transformadas em litografias coloridas. A fazenda do Secretário possuia nesta época 365 escravos, fora as crianças, que viviam em 25 lanços de senzalas. A casa da fazenda do Secretário está hoje em boas condições de conservação e com poucas alterações depois de uma reforma que restaurou os afrescos pintados por José Maria Villaronga.

O título de barão de Campo Belo lhe foi concedido em 2 de dezembro de 1854 pelo imperador Pedro II. Tentou influenciar o imperador Pedro II para obter uma concessão de construção de ramal ferroviário entre o Rio de Janeiro e Vassouras.

Foi cavaleiro da Ordem de Cristo e comendador da Ordem da Rosa.

Fonte: WP

view all

Laureano Correia e Castro, barão de Campo Belo's Timeline

1790
February 25, 1790
Paraíba do Sul, Rio de Janeiro, Brazil
1820
June 8, 1820
Age 30
Paty do Alferes, RJ, Brazil
1827
1827
Age 36
1861
January 8, 1861
Age 70
Vassouras, Rio de Janeiro, Brazil
????
????
????
????
????