Manuel de Borba Gato

Is your surname de Borba Gato?

Research the de Borba Gato family

Manuel de Borba Gato's Geni Profile

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Manuel de Borba Gato

Birthdate:
Birthplace: Beja, Portugal
Death: Died in Sabará, MG, Brazil
Immediate Family:

Son of João de Borba Gato and Sebastiana Rodrigues Pais
Husband of Maria Leite
Father of Mariana Leite and Maria Leite
Brother of Maria de Borba; Suzana Rodrigues de Borba; Paulina de Borba; Ana de Borba and Isabel de Borba

Occupation: Juiz Ordinário (Judge), bandeirante (pioner scout trialblazer, explorer, gold rusher pathfinder)
Managed by: Private User
Last Updated:

About Manuel de Borba Gato

§ 1º

Manuel de Borba Gato


O Bandeirante e Tenente General do Mato Manuel de Borba Gato, personagem fundamental na descoberta, conquista e povoamento das minas, é sempre citado nos tratados das bandeiras paulistas, nos estudos sobre a Guerra dos Emboabas e na administração das Minas do Rio das Velhas, nem sempre com dados muito precisos. Com a segurança que nos dá o inventário de sua mãe, podemos afirmar que o grande bandeirante nasceu em São Paulo em 1649, já que tinha 21 anos na abertura do inventário em 1670. Nada indica que já fosse casado, era provavelmente ainda solteiro. Casou pouco depois com Maria Leite, filha de Fernão Dias Paes, o Caçador de Esmeraldas, e Maria Garcia Rodrigues Betting. Em 1674, já casado e pai de suas três filhas (BIHIT, v.50 p.260-262), partiu com o sogro, cunhado e mais bandeirantes na grande bandeira organizada por Fernão Dias Paes, que durou 7 anos. Não cabe neste estudo a história da vida agitada que viveu Manoel de Borba Gato nos sertões das minas gerais. Basta lembrar que, em decorrência do assassinato do Governador Rodrigo Castel Branco, teve o General do Mato que se esconder pelos sertões, vivendo com os índios. Algumas referências existem que parte deste exílio forçado foi passado no vale do Paraiba, junto ao rio Paraitinga. Passado o incidente e conseguida a anistia, Manoel de Borba Gato volta em definitivo para as minas do Rio das Velhas, para onde leva a família. Um escrito de meados do século XVIII, abaixo referido , assim relata o acordo feito entre Manoel de Borba Gato e Artur de Sá pelo qual obteve perdão pelo assassinato de Castel Branco em troca da descoberta de minas de ouro: “Lançou-se como humilde rato o Gato aos pés de seu benfeitor, agradecendo a promessa de perdão, suposto sempre receoso, por ser condicional; mas animado da certeza com que cumpriria a condição, manifestando o ouro que tinha descoberto no Rio das Velhas .... que sempre teve oculto, por alta providência do céu, para lhe servir de livramento naquele tempo”. Nas biografias do famoso bandeirante, é censo comum ter ele falecido muito velho, aos 90 anos ou próximo disso, em 1717 quando exercia o cargo de Juiz Ordinário da Vila Real. Há aqui uma incongruência aritmética: em 1717 tinha ele cerca de 68 anos. Mais seguro é o depoimento de Bento Fernandes Furtado de Mendonça, falecido em 1765 em Serro Frio MG, filho do bandeirante taubateano Salvador Fernandes Furtado de Mendonça, publicado por Afonso Taunay nos Relatos Sertanistas à página 58, documento de época, escrito poucos anos após a morte de Borba Gato, em que o autor afirma que “dou parte do que ví e sei”: “ Acabadas da maior grandeza as lavras e já diminuto dos grandes cabedais que tinha adquirido, o Tenente- General Manoel de Borba Gato se retirou para um sitio que tinha fundado em Parupeba; Rio fértil de peixe, boas terras de mantimentos onde viveu muitos anos , já muito diminuto de bens, cosatumada a conclusão dos desta terra e neste lugar faleceu de idade de 90 anos para cima, no ano de 34 com mostras de predestinado, três dias de viagem de Sabará para a parte do Poente, à margem do Rio Paraupeba..... Este fim teve aquele famoso sertanista, e não menos capaz para as Costes, pelo bom engenho e capacidade de que era dotado”

http://www.projetocompartilhar.org/Familia/BorbaGato.htm

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


------------------------------------------------------------------------------------------------

IV- 

MANUEL DE BORBA GATO

nasceu cerca de 1649 na vila de São Paulo,

onde se casou cerca de 1673 com MARIA LEITE, filha do célebre bandeirante o Capitão Mor Fernão Dias Pais. Passou para Minas Gerais no início de seu descobrimento e tornou-se opulento. Foram pais de, que se descobriu através de documentos:

Faleceu então, Manoel de Borba Gato em 1734.

Revista da ASBRAP nº 10 - pág. 218

Manuel de Borba Gato (Beja, Portugal c. 1649 - Brasil 1717)

Pai: João de Borba * c. 1600 Mãe: Sebastiana Rodrigues * c. 1600

Casamento: Maria Leite

Filhos:

  • Maria Leite casada com Jerónimo Tavares de Arruda
  • Mariana Leite * c. 1680 casada com Francisco de Arruda e Sá

(http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=64115)

---------------------------------------------------------------

http://pt.wikipedia.org/wiki/Borba_Gato

Manuel de Borba Gato foi um bandeirante Paulista.

Iniciou as suas atividades com o sogro, Fernão Dias Pais. Quando faleceu, em 1718, com quase 70 anos de idade, ocupava o cargo de Juiz Ordinário da vila de Sabará. Ignora-se onde foi sepultado, talvez na Capela de Santo Antônio ou na Capela de Santana, ambas do arraial velho de Sabará, ou ainda, segundo alguns autores, em Paraopeba onde tinha um sítio. Além de descobridor de minas, foi hábil administrador no fim da vida.

Silva Leme estuda sua família no volume IV de sua «Genealogia Paulistana», página 503.
view all

Manuel de Borba Gato's Timeline

1649
1649
Beja, Portugal
1674
1674
Age 25
São Paulo, São Paulo, State of São Paulo, Brazil
1717
1717
Age 68
Sabará, MG, Brazil
????
????