Antonio de Castelo-Branco da Cunha, 11º senhor de Pombeiro

public profile

Is your surname de Castelo-Branco da Cunha?

Research the de Castelo-Branco da Cunha family

Antonio de Castelo-Branco da Cunha, 11º senhor de Pombeiro's Geni Profile

Records for Antonio de Castelo-Branco da Cunha

444 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

Antonio de Castelo-Branco da Cunha, 11º senhor de Pombeiro

Birthdate:
Death: (Date and location unknown)
Immediate Family:

Son of Pedro de Castelo-Branco, 10º senhor de Pombeiro and Francisca Calvo
Husband of Maria da Silva, 9ª senhora de Belas
Father of Pedro de Castelo-Branco da Cunha, 1º conde de Pombeiro; Ana da Silva and Francisco Cunha Castelo Branco
Brother of Maria da Cunha

Managed by: Lúcia Pilla
Last Updated:

About Antonio de Castelo-Branco da Cunha, 11º senhor de Pombeiro

[http://www.pombeirodabeira.pt/index.php/freguesia/executivo/item/1-historia-da-terraHistória da Terra]

Formação do Senhorio de Pombeiro

    No último quartel do século XIII residia em Arganil D. Marinha Afonso, "descendente dos primeiros donatários e padroeiros de Arganil, Pombeiro e seus termos", com seu marido Fernão Rodrigues Redondo.
    Falecido o marido, foi aberto o testamento, como era natural, mas D. Marinha Afonso entregou a administração de toda a sua grande casa aos testamenteiros Fernão Lopes e Francisco Nunes e foi residir para Santarém, onde vivia seu cunhado Rodrigo Annes Redondo, no ano de 1205.
    Não tencionando voltar para Arganil, obteve mais tarde que o rei D. Afonso IV, a seu pedido, lhe desse determinadas rendas e o padroado da Igreja de S. Nicolau, de Santarém onde fez novo jazigo, "em troca dos direitos, terras e padroado de Arganil, Pombeiro e seus termos".
    Em 1354, o rei separou a jurisdição de Pombeiro da de Arganil, dividindo-a em dois senhorios, agregando o de Arganil ao dote de sua neta, a infanta D. Maria, que estava casada com D. Fernando de Aragão, ficando para si, com a jurisdição e posse do senhorio de Pombeiro.
    Em 1355 o mesmo rei, D. Afonso IV, doou-o a Martim Lourenço da Cunha, 1.º Senhor de Pombeiro. Sucede-lhe João Lourenço da Cunha que, por volta de 1368, casa com D. Leonor de Telles, que mais tarde vem a ser rainha, casando com el-rei D. Fernando.
    A 10 de Novembro de 1513, D. Manuel dá carta de foral a Pombeiro passando-o a vila, concedendo aos seus habitantes muitos privilégios. Entre outros, se contava o "de não servirem gratuitamente o senhor da terra com suas pessoas e cousas, tendo este de pagar qualquer objecto que necessite".
    A família dos Mateus da Cunha esteve à frente do senhorio de Pombeiro até ao princípio do séc. XVII, até que devido ao casamento, passa para os Castello Branco. É nesta altura que começa a decadência, visto que estes senhores eram de tal forma opulentos que desprezam este senhorio, levando-o à ruína.

Em 1876 este senhorio, outrora importante, estava completamente desfeito e ao encargo de rendeiros.

Breve resenha sobre os Cunhas, Senhores de Pombeiro, Condes de Pombeiro e Marqueses de Belas...

Foi 1.º Senhor de Pombeiro, Martim Lourenço da Cunha (o VII descendente de D. Guterre Pelayo), que era Senhor " dos lugares de Tôrres do Bairro e Villarinho de apar".

O 2.º Senhor de Pombeiro, João Lourenço da Cunha, foi casado com D. Leonor Telles de Menezes, mais tarde rainha por casamento com o rei D. Fernando.

O 3.º Senhor de Pombeiro foi D. Álvaro da Cunha. ... O 5.º Senhor de Pombeiro, D. Artur da Cunha desanexou do senhorio Sanguinheda e Carapinha, para dar a seu irmão Simão da Cunha.

Foi 6.º Senhor de Pombeiro D. João Alvares da Cunha, a quem se devem as alfaias da igreja matriz.

O 7.º Senhor de Pombeiro, Mateus da Cunha, jaz em túmulo especial na capela-mor da igreja de Pombeiro.

... À 9.ª Senhora de Pombeiro, D. Maria de Bryteiros da Cunha, se deve a reconstrução/ ampliação da igreja matriz de Pombeiro e a edificação do túmulo de seu pai.

... Ao 11.º Senhor de Pombeiro, D. António Castello Branco da Cunha, se deve a edificação da igreja de S. Martinho da Cortiça.

Foi 1.º Conde de Pombeiro, D. Pedro de Castelo Branco da Cunha, Visconde de Castelo Branco (Sacavém), 12.º Senhor de Pombeiro, 7.º Senhor de Belas e de Sanguinheda.

... 1.ª Marquesa de Belas, D. Maria Rita de Castelo Branco Correia e Cunha, foi também 6.ª condessa de Pombeiro, 18.ª senhora de Pombeiro, 12.ª senhora de Belas e 14.ª do morgado de Castelo Branco.

... O 10.º Conde de Pombeiro, D. António Maria de Castelo Branco Correia e Cunha de Vasconcelos e Sousa, filho do 4.º Marquês de Belas, nasceu em Lisboa em 21/04/1903.

view all

Antonio de Castelo-Branco da Cunha, 11º senhor de Pombeiro's Timeline