Sita Maria Dias Valles

Luanda, Luanda, Luanda Province, Angola

Is your surname Dias Valles?

Research the Dias Valles family

Sita Maria Dias Valles's Geni Profile

Records for Sita Maria Dias Valles

54 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Sita Maria Dias Valles (Valles)

Birthdate: (25)
Birthplace: Cabinda, Angola
Death: August 1, 1977 (25) (It is said that Sita Valles was shot at five in the morning of August 1, 1977. A shot in each leg, a shot in each arm. The body fell into the previously open ditch, struck before the deadly shooting)
Immediate Family:

Daughter of Edgar Francisco da Purificação Valles and Maria Lúcia Dias Valles
Wife of José Jacinto da Silva Vieira Dias Van-Dúnem, (Sr.)
Mother of Private
Sister of Edgar Ademar Dias Valles and Private User

Managed by: Auspicio Frederico Miranda-Rodri...
Last Updated:
view all

Immediate Family

About Sita Maria Dias Valles

Sita Vales, a young Angolan communist (1951-1977), was killed by the Angolan government because she urged her government to solve people's problems!

Revolucionária, Comunista até à Morte (1951-1977)

Leonor Figueiredo=

Em Portugal, ainda há quem se recorde de Sita Valles, a jovem fuzilada em 1977 em Angola. A sua aura continua viva entre as gerações de estudantes universitários, particularmente os associativos que a conheceram, no início dos anos 70, nas faculdades de Medicina de Lisboa e Luanda. Foi uma grande líder do movimento estudantil e um quadro estimado do Partido Comunista Português e da União dos Estudantes Comunistas (UEC)e do M.P.L.A., em Angola.

Sita Valles teve uma vida muito breve (1951-1977). Mas intensa. Desde que tomou consciência das injustiças do mundo, não mais deixou de ser um turbilhão político. Muito activa, quer na clandestinidade quer em democracia, ela acreditava lutar por uma sociedade melhor. Três décadas depois da sua execução – juntamente com José Van-Dunem, Nito Alves e um número desconhecido de vitímas que certamente ultrapassam as 20 mil -, a jornalista Leonor Figueiredo, autora de Ficheiros Secretos da Descolonização de Angola (Alêtheia Editores, 2009), investigou, recolheu testemunhos, procurou memórias antigas de uma jovem mulher e da sua história brutal, que se tornou num mito de uma geração.

Sita Valles – Biografia Política

1. Nos finais de 1971, com 20 anos de idade, deslocou-se para Portugal, matriculando-se no quarto ano da Faculdade de Medicina de Lisboa. A saída de Angola, mais do que por factores pedagógicos, foi motivada pelo desejo de participar activamente na luta política. O amorfismo da Universidade de Luanda vedava, então, qualquer tipo de actividade militante contra o regime. Daí o afluxo dos estudantes progressistas das colónias para Portugal. 2. Em Lisboa, ingressou no movimento estudantil. Fez parte da direcção da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina, no ano de 1971-72. Em Dezembro de 1971, escassas semanas após a chegada a Portugal, é contactada pelo PCP (Partido Comunista Português), ingressando na UEC, organização estudantil deste partido. 3. Rapidamente se destaca pela sua grande capacidade de organização e intervenção. Em princípios de 1972, está no secretariado da célula comunista da escola. 4. No dia 25 de Abril de 1974, encontrava-se em Moscovo, como representante da UEC ao congresso do Konsommol (organização de juventude do PCUS). 5. Depois do 25 de Abril, torna-se funcionária da UEC, fazendo parte da comissão executiva do seu comité central. Interrompe os estudos, para melhor se dedicar à vida política. 6. Em Junho de 1975, numa altura em que o povo angolano enfrentava sérias dificuldades na luta pela independência, abandona Portugal para dar o seu contributo à Revolução Angolana. 7. os seus dotes de organizadora levaram a uma rápida promoção dentro do MPLA. Em Junho, é encarregue pelo Bureau Político da reorganização do sector intelectual. Retoma os estudos, matriculando-se no sexto ano da Faculdade. 8. Com o agudizar das contradições internas, após a independência, começa a ser marginalizada no MPLA. Em 1976, é obrigada a abandonar esta organização em virtude da decisão de expulsão de todos os militantes que tivessem militado em organizações estrangeiras. 9. Destaca-se para o interior de Angola, integra nas equipas médicas. Em Fevereiro de 1976, tem um filho. Em 27 de Maio, ocorrem graves confrontos em Luanda. É acusada de ser um dos responsáveis. 10. Em meados de Junho é presa. Desde então, ignora-se se está viva ou não.

view all

Sita Maria Dias Valles's Timeline

1951
August 23, 1951
Angola
1977
August 1, 1977
Age 25