Luzia Leme de Alvarenga

Is your surname Leme de Alvarenga?

Research the Leme de Alvarenga family

Luzia Leme de Alvarenga's Geni Profile

Records for Luzia Leme de Alvarenga

965 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

About Luzia Leme de Alvarenga

PROJETO COMPARTILHAR Coordenação: Bartyra Sette e Regina Moraes Junqueira www.projetocompartilhar.org


SL. 5º, 217, 1-3

Luzia Leme de Alvarenga

, solteira em 1653, casou logo depois com Fernando Bicudo de Brito .


SL. 6º, 443, 2-10, Fernando Bicudo de Brito, fallleceu em 1688 em Guaratinguetá onde foi morador, depois de casado em Parnahyba com Luzia Leme de Alvarenga f.ª do capitão Francisco de Alvarenga e de Luzia Leme. Teve q. d.: 3-1 Roque Bicudo Leme 3-2 Fernando Bicudo de Brito 3-3


, casada com Manoel de Goes Raposo.


Subsídios à Genealogia Paulistana (Bartyra Sette)


Faleceu Luzia Leme de Alvarenga em 1690. 3-3 filha, casada com Manoel de Góes Andrade (como assina no inventário da sogra 3-4 Jose Bicudo, testamenteiro materno 3-5 Domingos Bicudo de Brito, idem.


LUZIA LEME DE ALVARENGA Inventário e Testamento


SAESP, Inv e Test , vol 23, fls 3 a 12 Data 1690 Local: Vila de Santo Antonio de Guaratinguetá. Testamento Data: 30-1-1690


fls.05- TESTAMENTO (resumo)


Aos trinta dias do mes de janeiro de mil seiscentos e noventa anos, nesta vila de Santo Antonio de Guaratinguetá, estando eu Luzia Leme de Alvarenga doente (...) ordenei este meu testamento o qual pedi a Jorge de Sousa Pereira tabelião desta vila m’o escrevesse (...) (encomendação da alma). Declaro que possuo oito almas do gentio (...). Declaro mais que nas oito almas que possuo tenho uma negra por nome Joanna a qual deixo a meu filho Jose Bicudo e


sua irmã até se criar uma menina que a dita rapariga trás. (...) devo a meu genro Manuel de Góes de Andrade oito mil réis. (........) (...) me deve Pedro Correa cinco mil réis que me prometeu de esmola. (...) Gonçalo Simões Chassim, morador na Parnaíba, me prometeu de esmola cinco mil réis mais me ficou devendo Anna de
uma peça de pano. (...) em poder da mulher de Pedro Correa ficou fio para me mandar tecer uma peça de pano. (...) tenho em minha casa uma menina branca por nome Anna peço a meus filhos olhem por ela e de um pouco de pano que se está tecendo no tear, mando se lhe dem seis varas. Declaro mais que tenho uma bastarda por nome Luzia peço a meus herdeiros lhe dem bom trato e mando se lhe dem duas varas de pano. (...) peço a meus filhos Jose Bicudo e Domingos Bicudo queiram ser meus testamenteiros (...) (........) (...) pedi ao tabelião desta vila este por mim fizesse e assinasse por mim por eu não saber assinar. - Assino a rogo d dita testadora Jorge de Sousa Pereira e assino em o dia mes e ano atrás declarado de mil seiscentos e noventa. - Jorge de Sousa Pereira. Aprovação: 30-1-1690, (...) que a tudo foram presentes o Capitão Henrique Tavares da Silva - Gregorio de Sousa Pereira - Andre Eanes Anjo - João Ribeiro Edra - Lourenço Ribeiro todos aqui moradores. Cumpra-se como nele se contem. Guaratinguetá hoje primeiro de fevereiro de 1690. - o Licenciado João da Costa. Cumpra-se como nele se contem. Santo Antonio de Guaratinguetá 31 de janeiro de 1690 - Luiz da Silva Pinheiro.


fls. 9 - Digo eu Manuel de Góes de Andrade em como estou pago e satisfeito de oito mil réis que me eram a dever meus cunhados por morte de sua mãe Luzia Leme de Alvarenga (...) hoje 8 de maio de 1690 - Manuel de Goys de Andrada.


Digo eu o Licenciado João da Costa vigário que fui desta vila de Guaratinguetá, que recebi do senhor José Bicudo como testamenteiro da senhora sua mãe Luzia Leme de Brito, (...) por meu acompanhamento. 27-5-1690.


(vários recibos)



Jose de Brito de Alvarenga seis mil e duze


inventário de minha tia Luzia Leme que Deus haja por
passar na verdade lhe passei esta por mim feita e assinada hoje 29
-- 1690 anos. Lourenço Bicudo
.


fls. 11 (.) por parte de Domingos Bicudo testamenteiro me foi dada a quitação ao diante junta dizendo-me que a bastarda Luzia era falecida sem herdeiros e porquanto as duas varas de algodão que lhe era deixadas pelo preço de --- três patacas lh’as mandaram dizer de missas (...).


Recebi de Domingos Bicudo de Brito três patacas em dinheiro para as missas pela alma da defunta Luzia Bicudo bastarda que foi de Luzia Leme (...) 28-10-1702.



            
view all

Luzia Leme de Alvarenga's Timeline

1610
1610
Guaratinguetá, São Paulo, Brazil
1680
1680
Age 70
Guaratinguetá, Guaratinguetá, São Paulo, Brazil
1690
1690
Age 80
1690
Age 80
????
????
????
????
????