Start your family tree now Is your surname Barroso?
There are already 79 users and 1,778 genealogy profiles with the Barroso surname on Geni. Explore Barroso genealogy and family history in the World's Largest Family Tree.

Barroso Genealogy and Barroso Family History Information

‹ Back to Surnames Index

Create your Family Tree.
Discover your Family History.

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

Share

view all

Profiles

  • Ary Barroso (1903 - 1964)
    Ary de Resende Barroso (Ubá, 7 de novembro de 1903 — Rio de Janeiro, 9 de fevereiro de 1964) foi um compositor brasileiro de música popular. Vida 1903 - Em 7 de novembro nasce, na cidade de Ubá, em...
  • Joana Barroso (b. - c.1442)
  • José Manuel Durão Barroso
    …começou na política como Maoísta na época do pós 25 de Abril de 1974… maoista é o indivíduo ou organização ,seguidor do maoísmo, que é uma corrente do comunismo baseada nos ensinamentos de Mao Tsé Tun...
  • Sabino Barroso (1859 - 1919)
    Sabino Alves Barroso Júnior (Sabinópolis (São Sebastião dos Correntes), então município do Serro, 27 de abril de 1859 — Belo Horizonte, 15 de junho de 1919), foi um advogado, jornalista e político bras...

About the Barroso surname

Com base nos livros de Linhagens (Livro Velho 3), Título XXX, página 107; na Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, página 313 do 4 volume; no Armorial Lusitano, página 88 e no Historial do Apelido de Família do CAPB, o sobrenome "BARROSO", se raiz toponímica, teve sua origem nas Terras do Barroso, em Trás-os-Montes. O primeiro que o usou, e que provinha da antiga linhagem do Guedeões, retirou-o de uma torre no lugar de "Sipiões", naquela região, da qual foi Senhor. Foi ele D. Egas Gomes Barroso, filho de D. Gomes Mendes Guedeão e de sua mulher D. Chamôa Mendes de Souza, ambos tratados no Nobilário do Conde D. pedro, filho de D. Dinis, onde se vê ainda ser neto de D. Gueda, o Velho. Foi D. Egas rico-homem dos Reis D. Sancho II e D. Afonso III, tendo ido em 1247, durante o reinado deste último soberano, ao cerco de Sevilha, em auxílio do Rei D. Fernando, o Santo, de Castela. Dos dois filhos de D. Egas vêm duas distintas linhagens: a dos Bastos, descendentes de seu filho segundo, D. Gomes Viegas de Basto, e os Barroso, provenientes do casamento do primogénito Gonçalo Viegas Barroso com D. Maria Fernandes de Lima. Deste ficou vasta geração, a qual manteve o uso do sobrenome, muitas vezes até por linha feminina. Fixando-se na região de Braga e Barcelos vieram a ser Senhores e administradores de bons Vínculos e Morgados, como os das Quintas da Falperra, do Eixidio, de Oleiros, ou de S. Jorge, que tinha Capela em S. Francisco, no Porto. As armas usadas por esta família são: de vermelho, cinco leões de púrpura, armados e linguados de ouro, cada um carregando de três ou duas faixas também de ouro. Timbre: um dos leões com as faixas Nota:Sipiões, agora Sapiãos, concelho de Boticas.