Manuel Luís Osório, marquês do Erval (1808 - 1879) MP

‹ Back to Osório surname

Is your surname Osório?

Research the Osório family

Marechal Osório's Geni Profile

Records for Manuel Luís Osório

484,943 Records

Share your family tree and photos with the people you know and love

  • Build your family tree online
  • Share photos and videos
  • Smart Matching™ technology
  • Free!

分享

Birthplace: Conceição do Arroio, Osório, Rio Grande do Sul, Brazil
Death: Died in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
Occupation: barão, visconde e marquês do Erval, marechal do exército
Managed by: Lúcia Pilla
Last Updated:

About Manuel Luís Osório, marquês do Erval

Manuel Luís Osório, primeiro e único barão, visconde e marquês do Erval, (Conceição do Arroio, 10 de maio de 1808 — Rio de Janeiro, 4 de outubro de 1879) foi um militar, político e monarquista brasileiro. Conhecido como Marechal Osório, participou dos principais eventos militares do final do século XIX, sendo herói da Guerra da Tríplice Aliança. É o patrono da Arma de Cavalaria do Exército brasileiro (1962).

Leia mais em http://pt.wikipedia.org/wiki/Manuel_Lu%C3%ADs_Os%C3%B3rio

--------------------

O General Osorio foi o comandante das Forças Brasileiras na Guerra da Tríplice Aliança contra o Paraguay

1808, maio: nascimento em "Conceição do Arroio" (atual Osório).

1822: levado pelo pai, participa das lutas pela independência do Brasil.

1823: alista-se no Exército brasileiro.

1824: cessam-se as lutas em Montevidéu, na então Província Cisplatina, atual Uruguai.

1825, 19 de abril: Juan Lavalleja cruza o rio Paraná, dando início à campanha de independência do Uruguai: campanha libertadora dos 33 Orientales.

1825, 10 de dezembro: o Brasil e as Províncias Unidas do Rio da Prata (atual Argentina) entram em guerra.

1827, 20 de fevereiro: Batalha do Passo do Rosário.

1827: mantém com Juan Lavalleja os primeiros contatos para a paz.

1828: o Tratado do Rio de Janeiro reconhece a independência do Uruguai.

1829: o batalhão de Osório permanece estacionado em Rio Pardo.

1835: inicia-se a Revolução Farroupilha.

1835: Juan Manuel de Rosas assume o governo em Buenos Aires.

1835: em Bagé, no dia 15 de novembro, casa-se com Francisca Fagundes de Oliveira, natural de Caçapava do Sul, e filha de Zeferino Antônio Fagundes de Oliveira e Vicência Constança de Sousa.

1838: Fructuoso Rivera no poder em Montevidéu; seu adversário, Manuel Oribe, refugia-se na Argentina.

1842: Luís Alves de Lima e Silva (ainda marquês de Caxias e futuro duque), nomeado presidente da província do Rio Grande do Sul, promove Osório a tenente-coronel.

1842: Oribe, apoiado por Rosas, invade o Uruguai; inicia-se o sítio de Montevidéu.

1845: um acordo põe fim à luta entre o Exército brasileiro e os farroupilhas.

1845-1848: constantes conflitos na fronteira entre os uruguaios de Oribe e os rio-grandeses em represália aos ataques de Manuel Oribe; organizam-se as califórnias.

1850: a Argentina e o Brasil rompem relações diplomáticas.

1850: iniciam-se entendimentos entre o Brasil, o Paraguai, o Uruguai (colorados) e as províncias argentinas do rio Paraná.

1851: tropas de Urquiza e Caxias avançam para Montevidéu; Oribe rende-se.

1851: Batalha de Monte Caseros; derrotado, Rosas refugia-se num navio inglês.

1864: o Paraguai declara guerra ao Brasil.

1865: os paraguaios anexam o sul da província de Mato Grosso, tomam a província argentina de Corrientes e invadem a Província de São Pedro do Rio Grande.

1865: formada a Tríplice Aliança.

1865: no comando das tropas brasileiras, cruza o rio Paraná (batalha do Passo da Pátria).

1865, junho: é promovido a marechal-de-campo.

1865, setembro: cercado em Uruguaiana, Antonio de la Cruz Estigarribia rende-se; os paraguaios evacuam a província argentina de Corrientes.

1866, maio: Batalha de Tuiuti; feito barão de Erval, adoece e deixa o comando - em seu lugar fica o marechal Polidoro Jordão, logo substituído por Caxias.

1868: volta à luta sob o comando de Caxias, participa da batalha de Humaitá (fevereiro), da batalha de Itororó (dezembro) e da batalha de Avaí, onde é ferido em regresso a Pelotas; recebe o título de cidadão argentino e é elevado a visconde de Erval.

1869: Caxias entra em Assunção.

1869: iniciou-se a Campanha da Cordilheira.

1869: chamado pelo conde d'Eu, toma parte na batalha de Peribebuí.

1869: elevado a Marquês de Herval.

1870: Batalha de Cerro Corá; fim da Guerra do Paraguai.

1877: é escolhido senador do Império.

1878: ocupa a pasta de ministro da Guerra.

1879, 4 de outubro: falece no Rio de Janeiro, aos 71 anos de idade.

Atividades Maçônicas

É relacionado como membro da Maçonaria Brasileira pela obra O QUE É MAÇONARIA, de A.Tenório Cavalcante Albuquerque, 7a Ed., Editora Aurora, Rio de Janeiro, p.235.

查看全部

Marechal Osório's Timeline

1808
May 10, 1808
Osório, Rio Grande do Sul, Brazil
1835
November 15, 1835
Age 27
Bagé, RS, Brasil
1847
1847
Age 38
1848
May 30, 1848
Age 40
Bagé, Rio Grande do Sul, Brazil
1851
1851
Age 42
1854
February 11, 1854
Age 45
Jaguarão Chico, Rio Grande do Sul, Brazil
1879
October 4, 1879
Age 71
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil