Start My Family Tree Welcome to Geni, home of the world's largest family tree.
Join Geni to explore your genealogy and family history in the World's Largest Family Tree.

Governadores do Rio Grande do Sul

« Back to Projects Dashboard

Project Tags

view all 75

Profiles

  • José Gomes de Vasconcelos Jardim (1773 - 1854)
    José Gomes de Vasconcelos Jardim (Triunfo, 1773 — 1854) foi um fazendeiro, maçom, médico-prático e militar brasileiro. Foi presidente da República Rio-Grandense durante a Guerra dos Farrapos. Era cas...
  • José Antonio Pimenta Bueno, 1º marquês de São Vicente (1803 - 1878)
    José Antônio Pimenta Bueno, primeiro e único visconde com grandeza e marquês de São Vicente, (Santos, 4 de dezembro de 1803 — 19 de fevereiro de 1878) foi um magistrado e político brasileiro. Segundo...
  • José Antônio de Souza Lima, barão de Souza Lima (1831 - 1900)
    José Antônio de Souza Lima, o barão de Souza Lima (Rio Preto, 25 de julho de 1831 — 1900) foi um político brasileiro. Biografia Filho mais velho de 4 irmãos de José Joaquim de Souza Lima (filho do ...
  • Joaquim da Silva Tavares, barão de Santa Tecla (1829 - 1900)
    Joaquim da Silva Tavares, o Barão de Santa Tecla, (Herval, 28 de janeiro de 1830 — Bagé, 17 de novembro de 1900) foi um nobre e um político brasileiro. Biografia Filho de João da Silva Tavares, o B...
  • Francisco Facundo da Silva Tavares (1844 - 1901)
    Francisco da Silva Tavares (Bagé, 5 de agosto de 1844 — Bagé, 18 de novembro de 1901) foi um advogado e político brasileiro, governador do Rio Grande do Sul na República Velha e líder civil da Revoluçã...

Esta é uma lista de governantes do Rio Grande do Sul, estado da República Federativa do Brasil.

Durante o Império do Brasil (1822-1889) os governantes do estado, chamados de presidentes da província, eram escolhidos pelo governo central, nomeados pelo imperador do Brasil. Já os vice-presidentes da província eram eleitos por voto direto. Após a proclamação da república brasileira, em 15 de novembro de 1889, os governantes, denominados presidentes do estado, passaram a ser escolhidos pelo voto direto, salvo em períodos de exceção. Na República Velha (1889-1930), o Partido Republicano Rio-grandense dominou o governo gaúcho, liderado por Júlio de Castilhos e Borges de Medeiros, inspirados no positivismo de Augusto Comte.

Com a Revolução de 1930, e depois no Estado Novo (1937-1945), interventores federais passaram a reger o estado, com a exceção de José Antônio Flores da Cunha, interventor que viria a ser eleito pelo voto direto em 1934, seguindo no cargo. Com a redemocratização após a Era Vargas (1939-1945), o Partido Trabalhista Brasileiro e o Partido Social Democrático, ambos criados sob a inspiração de Getúlio Vargas, se alternaram no cargo, denominado então governador do estado.

A alternância acabaria com o golpe militar de 1964 e a instauração da ditadura militar brasileira (1964-1985), que perpetuou governantes do partido de sustentação do regime, a Aliança Renovadora Nacional, eleitos pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul.

Desde 1982 os governantes dos estados brasileiros são eleitos pelo voto direto. No caso do Rio Grande do Sul, exceção nacional, nenhum governador conseguiu a reeleição ou fez sucessor, com o eleitorado sempre preferindo candidatos de oposição ou que haviam rompido com o governo.

A sede do governo do Rio Grande do Sul é o Palácio Piratini, localizado na Rua Duque de Caxias, local nobre do Centro Histórico de Porto Alegre.

Comandância (1737 — 1760)

  1. Brigadeiro José da Silva Paes (19 de fevereiro de 1737 - 11 de dezembro de 1737)
  2. Mestre-de-Campo André Ribeiro Coutinho (11 de dezembro de 1737 - 22 de dezembro de 1740)
  3. Coronel-de-Dragões Diogo Osório Cardoso (22 de dezembro de 1740 - 28 de junho de 1752)
  4. Tenente-Coronel Pascoal de Azevedo (28 de junho de 1752 -17 de janeiro de 1761)

Governo Independente (1760 — 1807)

  1. Coronel Inácio Elói de Madureira (17 de janeiro de 1761 - 1 de setembro de 1763)
  2. Coronel Francisco Barreto Pereira Pinto (1 de setembro de 1763 a 16 de junho de 1764)
  3. Coronel José Custódio de Sá e Faria (16 de junho de 1764 - 23 de abril de 1769)
  4. Coronel José Marcelino de Figueiredo (23 de abril de 1769 - 26 de outubro de 1771)
  5. Coronel António da Veiga de Andrade (26 de outubro de 1771 - 11 de junho de 1773)
  6. Brigadeiro José Marcelino de Figueiredo (11 de junho de 1773 - 31 de maio de 1780)
  7. Brigadeiro Sebastião Xavier da Veiga Cabral da Câmara (31 de maio de 1780 - 5 de novembro de 1801)
  8. Brigadeiro Francisco João Roscio (5 de novembro de 1801 - 30 de janeiro de 1803)
  9. Paulo José da Silva Gama, barão de Bajé (1803 - 1809)

Capitães-generais (1807 — 1822)

  1. Chefe-de-Esquadra Paulo José da Silva Gama, barão de Bajé (1807 - 9 de outubro de 1809)
  2. Diogo de Sousa, conde de Rio Pardo (9 de outubro de 1809 - 13 de novembro de 1814)
  3. Luís Teles da Silva Caminha e Meneses, 8.° conde de Tarouca e 5.° marquês de Alegrete (13 de novembro de 1814 - 19 de outubro de 1818)
  4. Marechal-de-Campo José Maria Rita de Castelo Branco, conde da Figueira (19 de outubro de 1818 - 22 de setembro de 1820)
  5. Tenente-General Manuel Marques de Sousa, Joaquim Bernardino de Sena Ribeiro da Costa, Antônio José Rodrigues da Costa (22 de setembro de 1820 - 20 de agosto de 1821)
  6. Brigadeiro João Carlos de Saldanha Oliveira e Daun (20 de agosto de 1821 - 22 de fevereiro de 1822)

Governantes do período imperial (1822 — 1889)

Após a Independência do Brasil, através de uma Lei Imperial de 20 de outubro de 1823 D. Pedro I extinguiu as juntas governativas provisórias nas províncias e criou os cargos de presidentes, a serem preenchidos por nomeação do Imperador, e os conselhos de governos, que seriam eleitos.

Primeiro Reinado (1822 - 1833)

  1. João Carlos de Saldanha Oliveira e Daun (22 de fevereiro de 1822 - 29 de agosto de 1822)
  2. João de Deus Mena Barreto, visconde de São Gabriel (29 de agosto de 1822 - 7 de setembro de 1822)
  3. João de Deus Mena Barreto, visconde de São Gabriel (7 de setembro de 1822 - 29 de novembro de 1823)
  4. José Inácio da Silva (29 de novembro de 1823 - 8 de março de 1824)
  5. José Feliciano Fernandes Pinheiro, visconde de São Leopoldo (8 de março de 1824 - 14 de janeiro de 1826)
  6. José Egídio Gordilho de Barbuda, visconde de Camamu (14 de janeiro de 1826 - 4 de novembro de 1826)
  7. Salvador José Maciel (4 de novembro de 1826 - 2 de agosto de 1829)
  8. Antônio Vieira da Soledade (2 de agosto de 1829 - 17 de novembro de 1829)
  9. Caetano Maria Lopes Gama, visconde de Maranguape (17 de novembro de 1829 - 22 de abril de 1830)
  10. Américo Cabral de Melo (22 de abril de 1830 - 22 de agosto de 1830)
  11. Caetano Maria Lopes Gama, visconde de Maranguape (22 de agosto de 1830 - 20 de dezembro de 1830)
  12. Américo Cabral de Melo (20 de dezembro de 1830 - 8 de janeiro de 1831)
  13. José Carlos Pereira de Almeida Torres, visconde de Macaé (8 de janeiro de 1831 - 29 de março de 1831)

Período regencial (1831-1840)

  1. Américo Cabral de Melo (29 de março de 1831 - 11 de julho de 1831)
  2. Manuel Antônio Galvão (11 de julho de 1831 - 24 de outubro de 1833)
  3. José Mariani (24 de outubro de 1833 - 2 de maio de 1834)
  4. Antônio Rodrigues Fernandes Braga (2 de maio de 1834 - 21 de setembro de 1835)
  5. Marciano José Pereira Ribeiro (21 de setembro de 1835 - 16 de fevereiro de 1836)
  6. Américo Cabral de Melo (16 de fevereiro de 1836 - 28 de março de 1836)
  7. Marciano José Pereira Ribeiro (28 de março de 1836 - 15 de junho de 1836)
  8. José de Araújo Ribeiro, visconde do Rio Grande (15 de junho de 1836 - 4 de julho de 1836)
  9. Antônio Elzeário de Miranda e Brito (4 de julho de 1836 - 24 de julho de 1836)
  10. José de Araújo Ribeiro, visconde do Rio Grande (24 de julho de 1836 - 5 de janeiro de 1837)
  11. Antero José Ferreira de Brito, barão de Tramandaí (5 de janeiro de 1837 - 1 de abril de 1837)
  12. Américo Cabral de Melo (1 de abril de 1837 - 16 de maio de 1837)
  13. Francisco das Chagas Santos (16 de maio de 1837 - 6 de junho de 1837)
  14. Feliciano Nunes Pires (6 de junho de 1837 - 3 de outubro de 1837)
  15. Antônio Elzeário de Miranda e Brito (3 de novembro de 1837 - 12 de junho de 1839)
  16. João Dias de Castro (12 de junho de 1839 - 24 de junho de 1839)

Segundo Reinado (1840-1889)

  1. Saturnino de Sousa e Oliveira Coutinho (24 de junho de 1839 - 27 de julho de 1840)
  2. Francisco José de Sousa Soares de Andréa, barão de Caçapava (27 de julho de 1840 - 30 de novembro de 1840)
  3. Francisco Alves Machado (30 de novembro de 1840 - 17 de abril de 1841)
  4. Saturnino de Sousa e Oliveira Coutinho (17 de abril de 1841 - 9 de novembro de 1842)
  5. Luís Alves de Lima e Silva, conde de Caxias (9 de novembro de 1842 - 11 de março de 1846)
  6. Patrício José Correia da Câmara (11 de março de 1846 - 11 de dezembro de 1846)
  7. Manuel Antônio Galvão (11 de dezembro de 1846 - 2 de março de 1848)
  8. João Capistrano de Miranda e Castro (2 de março de 1848 - 10 de abril de 1848)
  9. Francisco José de Sousa Soares de Andréa, barão de Caçapava (10 de abril de 1848 - 6 de março de 1850)
  10. José Antônio Pimenta Bueno, marquês de São Vicente (6 de março de 1850 - 4 de novembro de 1850)
  11. Pedro Ferreira de Oliveira (4 de novembro de 1850 - 30 de junho de 1851)
  12. Luís Alves de Lima e Silva, conde de Caxias (30 de junho de 1851- 4 de setembro de 1851)
  13. Patrício José Correia da Câmara (4 de setembro de 1851 - 15 de outubro de 1851)
  14. Luís Alves Leite de Oliveira Belo (15 de outubro de 1851 - 2 de dezembro de 1852)
  15. João Lins Vieira Cansanção de Sinimbu, visconde de Sinimbu (2 de dezembro de 1852 - 1 de julho de 1855)
  16. Luís Alves Leite de Oliveira Belo (1 de julho de 1855 - 17 de setembro de 1855)
  17. Manuel Vieira Tosta, barão de Muritiba (7 de setembro de 1855 - 28 de abril de 1856)
  18. Jerônimo Francisco Coelho (28 de abril de 1856 - 8 de março de 1857)
  19. Patrício José Correia da Câmara (8 de março de 1857 - 16 de outubro de 1857)
  20. Ângelo Muniz da Silva Ferraz, barão de Uruguaiana (16 de outubro de 1857 - 22 de abril de 1859)
  21. Patrício José Correia da Câmara (22 de abril de 1859 - 4 de maio de 1859)
  22. Joaquim Antão Fernandes Leão (4 de maio de 1859 - 17 de outubro de 1861)
  23. Patrício José Correia da Câmara (17 de outubro de 1861 - 16 de janeiro de 1862)
  24. Francisco de Assis Pereira Rocha (16 de janeiro de 1862 - 18 de dezembro de 1862)
  25. Patrício José Correia da Câmara (18 de dezembro de 1862 - 1 de janeiro de 1863)
  26. Esperidião Elói de Barros Pimentel (1 de janeiro de 1863 - 29 de março de 1864)
  27. Patrício José Correia da Câmara (29 de março de 1864 - 2 de maio de 1864)
  28. João Marcelino de Sousa Gonzaga (2 de maio de 1864 - 20 de julho de 1865)
  29. Francisco do Rego Barros, conde de Boa Vista (20 de julho de 1865 - 14 de abril de 1866)
  30. Antônio Augusto Pereira da Cunha (16 de abril de 1866 - 21 de janeiro de 1867)
  31. Francisco Inácio Marcondes Homem de Melo, barão de Homem de Melo (22 de janeiro de 1867 - 13 de abril de 1868)
  32. Joaquim Vieira da Cunha (13 de abril de 1868 - 14 de julho de 1868)
  33. Guilherme Xavier de Sousa (14 de julho de 1868 - 1 de agosto de 1868)
  34. Israel Rodrigues Barcelos (1 de agosto de 1868 - 16 de setembro de 1868)
  35. Antônio da Costa Pinto e Silva (16 de setembro de 1868 - 20 de maio de 1869)
  36. Israel Rodrigues Barcelos (20 de maio de 1869 - 14 de junho de 1869)
  37. João Sertório, barão de Sertório (14 de junho de 1869 - 29 de agosto de 1870)
  38. João Capistrano de Miranda e Castro (29 de agosto de 1870 - 4 de novembro de 1870)
  39. Francisco Xavier Pinto de Lima, barão de Pinto de Lima (4 de novembro de 1870 - 24 de maio de 1871)
  40. João Simões Lopes, visconde da Graça (24 de maio de 1871 - 12 de setembro de 1871)
  41. João Dias de Castro (12 de setembro de 1871 - 20 de outubro de 1871)
  42. Jerônimo Martiniano Figueira de Melo (20 de outubro de 1871 - 11 de julho de 1872)
  43. José Fernandes da Costa Pereira Júnior (11 de julho de 1872 - 1 de dezembro de 1872)
  44. João Pedro Carvalho de Morais (1 de dezembro de 1872 - 11 de março de 1875)
  45. José Antônio de Azevedo Castro (11 de março de 1875 - 5 de abril de 1876)
  46. Tristão de Alencar Araripe (5 de abril de 1876 - 5 de fevereiro de 1877)
  47. João Dias de Castro (5 de fevereiro de 1877 - 21 de maio de 1877)
  48. Francisco de Faria Lemos (21 de maio de 1877 - 10 de fevereiro de 1878)
  49. João Chaves Campelo (10 de fevereiro de 1878 - 12 de março de 1878)
  50. Américo de Moura Marcondes de Andrade (12 de março de 1878 - 26 de janeiro de 1879)
  51. Felisberto Pereira da Silva (26 de janeiro de 1879 - 19 de julho de 1879)
  52. Carlos Thompson Flores (19 de janeiro de 1879 - 15 de abril de 1880)
  53. Antônio Correia de Oliveira (15 de abril de 1880 - 19 de abril de 1880)
  54. Henrique Francisco d'Ávila (19 de abril de 1880 - 4 de março de 1881)
  55. Joaquim Pedro Soares (4 de março de 1881 - 19 de maio de 1881)
  56. Francisco de Carvalho Soares Brandão (19 de maio de 1881 - 14 de janeiro de 1882)
  57. Joaquim Pedro Soares (14 de janeiro de 1882 - 27 de março de 1882)
  58. José Leandro de Godói e Vasconcelos (27 de março de 1882 - 9 de setembro de 1882)
  59. Leopoldo Antunes Maciel, barão de São Luís (9 de setembro de 1882 - 28 de outubro de 1882)
  60. José Antônio de Sousa Lima, barão de Sousa Lima 28 de outubro de 1882 - 1 de junho de 1883)
  61. Menandro Rodrigues Fontes (1 de junho de 1883 - 16 de julho de 1883)
  62. José Júlio de Albuquerque Barros, barão de Sobral (16 de julho de 1883 - 19 de setembro de 1885)
  63. Miguel Rodrigues Barcelos, barão de Itapitocaí (19 de setembro de 1885 - 28 de outubro de 1885)
  64. Pereira de Lucena, barão de Lucena (28 de outubro de 1885 - 8 de maio de 1886)
  65. Manuel Deodoro da Fonseca (8 de maio de 1886 - 9 de novembro de 1886)
  66. Miguel Calmon du Pin e Almeida (9 de novembro de 1886 - 31 de dezembro de 1886)
  67. Fausto de Freitas e Castro (31 de dezembro de 1886 - 25 de janeiro de 1887)
  68. Bento Luís de Oliveira Lisboa (25 de janeiro de 1887 - 25 de abril de 1887)
  69. Rodrigo de Azambuja Vilanova (25 de abril de 1887 - 27 de outubro de 1887)
  70. Joaquim Jacinto de Mendonça (27 de outubro de 1887 - 27 de janeiro de 1888)
  71. Rodrigo de Azambuja Vilanova (27 de janeiro de 1888 - 9 de agosto de 1888)
  72. Joaquim da Silva Tavares, barão de Santa Tecla (9 de agosto de 1888 - 8 de dezembro de 1888)
  73. Joaquim Galdino Pimentel (8 de dezembro de 1888 - 25 de junho de 1889)
  74. Antônio Ferreira Prestes Guimarães (25 de junho de 1889 - 8 de julho de 1889)
  75. João de Freitas Leitão (8 de julho de 1889 - 24 de julho de 1889)
  76. Gaspar Silveira Martins (24 de julho de 1889 - 6 de novembro de 1889)
  77. Justo de Azambuja Rangel (6 de novembro de 1889 - 15 de novembro de 1889)

Presidentes da República Riograndense

  1. Bento Gonçalves (1836 - 1841) Partido Farroupilha Revolucionário
  2. Gomes Jardim (1841 - 1845) Vice-presidente de Bento Gonçalves

Governantes do período republicano (1889 — 2018)

  1. José Antônio Correia da Câmara, 2.° Visconde de Pelotas (15 de novembro de 1889 - 11 de fevereiro de 1890)
  2. Júlio Anacleto Falcão da Frota (11 de fevereiro de 1890 - 6 de maio de 1890)
  3. Francisco da Silva Tavares (6 de maio de 1890 - 13 de maio de 1890)
  4. Carlos Machado de Bittencourt (13 de maio de 1890 - 24 de maio de 1890)
  5. Cândido José da Costa (24 de maio de 1890 - 16 de março de 1891)
  6. Fernando Abbott (16 de março de 1891 - 15 de julho de 1891)
  7. Júlio de Castilhos Júlio de Castilhos] (15 de julho de 1891 - 12 de novembro de 1891)
  8. Junta governativa gaúcha de 1891 (12 de novembro de 1891 - 8 de junho de 1892) José Antônio Correia da Câmara, 2o visconde de Pelotas (8 de junho de 1892 - 17 de junho de 1892), Júlio de Castilhos (17 de junho de 1892 - 17 de junho de 1892)
  9. Vitoriano Monteiro (17 de junho de 1892 - 27 de setembro de 1892)
  10. Fernando Abbott (27 de setembro de 1892 - 25 de janeiro de 1893)
  11. Júlio de Castilhos (25 de janeiro de 1893 - 25 de janeiro de 1898)
  12. Borges de Medeiros (25 de janeiro de 1898 - 25 de janeiro de 1908)
  13. Carlos Barbosa Gonçalves (25 de janeiro de 1908 - 25 de janeiro de 1913)
  14. [Borges de Medeiros Borges de Medeiros (25 de janeiro de 1913 - 25 de janeiro de 1928)
  15. Getúlio Vargas (25 de janeiro de 1928 - 9 de outubro de 1930)
  16. Osvaldo Aranha (9 de outubro de 1930 - 27 de outubro de 1930)
  17. Sinval Saldanha (27 de outubro de 1930 - 28 de novembro de 1930)
  18. José Flores da Cunha (28 de novembro de 1930 - abril de 1935) I
  19. José Flores da Cunha (abril de 1935 - 16 de outubro de 1937)
  20. Manuel de Cerqueira Daltro Filho (17 de outubro de 1937 - 19 de janeiro de 1938)
  21. Maurício Cardoso (19 de janeiro de 1938 - 4 de março de 1938)
  22. Osvaldo Cordeiro de Farias (4 de março de 1938 - 4 de setembro de 1943)
  23. Ernesto Dornelles (11 de setembro de 1943 - 1º de novembro de 1945)
  24. Samuel Figueiredo da Silva (1º de novembro de 1945 - 7 de fevereiro de 1946)
  25. Pompílio Cylon Fernandes Rosa (7 de fevereiro de 1946 - 26 de março de 1947)
  26. Walter Jobim (26 de março de 1947 - 31 de janeiro de 1951)
  27. Ernesto Dornelles (31 de janeiro de 1951 - 25 de março de 1955)
  28. Ildo Meneghetti (25 de março de 1955 - 25 de março de 1959)
  29. Leonel Brizola (25 de março de 1959 - 25 de março de 1963)
  30. Ildo Meneghetti (25 de março de 1963 - 12 de setembro de 1966)
  31. Walter Peracchi Barcelos (12 de setembro de 1966 - 15 de março de 1971)
  32. Euclides Triches (15 de março de 1971 - 15 de março de 1975)
  33. Sinval Guazzelli (15 de março de 1975 - 15 de março de 1979)
  34. José Amaral de Souza (15 de março de 1979 - 15 de março de 1983)
  35. Jair Soares (15 de março de 1983 - 15 de março de 1987)
  36. Pedro Simon (15 de março de 1987 - 2 de abril de 1990)
  37. Sinval Guazzelli (2 de abril de 1990 - 15 de março de 1991)
  38. Alceu Collares (15 de março de 1991 - 1º de janeiro de 1995)
  39. Antônio Britto (1º de janeiro de 1995 - 1º de janeiro de 1999)
  40. Olívio Dutra (1º de janeiro de 1999 - 1º de janeiro de 2003)
  41. Germano Rigotto (1º de janeiro de 2003 - 1º de janeiro de 2007)
  42. Yeda Crusius (1º de janeiro de 2007 - 1º de janeiro de 2011)
  43. Tarso Genro (1º de janeiro de 2011 - 1º de janeiro de 2015)
  44. José Ivo Sartori (1º de janeiro de 2015 - 1º janeiro 2019)
  45. Eduardo Figueiredo Cavalheiro Leite (em exercício)